Extranet

 

grupo de pessoas posa para a foto

O prefeito José Sarto visitou a 14º Bienal Internacional do Livro do Ceará nesta quarta-feira (16/11). Ele foi recebido pelos organizadores, acompanhou atividades como lançamento de livros e compareceu aos estandes da Secretaria Municipal da Educação (SME) e da Secretaria Municipal da Juventude (Sejuv). Também participaram da visita a titular da SME, Dalila Saldanha, e o titular da Sejuv, Davi Gomes. O evento ocorre desde sexta-feira (11/11) e continua até domingo (20/11), no Centro de Eventos do Ceará.

"Fico muito feliz porque hoje estamos em uma bienal com muita presença. A Prefeitura estimulou a participação dos profissionais da Rede Municipal de Ensino com a distribuição de cardlivros de R$ 200 para 18 mil trabalhadores, além de dar outros incentivos”, afirmou o prefeito José Sarto, enaltecendo a estrutura impecável do evento e destacando a importância da leitura para a expansão do conhecimento.

O cardlivro é um crédito para aquisição de livros e/ou material de incentivo à leitura junto aos expositores do evento. O benefício foi entregue pela Prefeitura de Fortaleza para professores e demais profissionais envolvidos no processo pedagógico e de combate ao abandono escolar da Rede Municipal. A ação tem como base a formação continuada e a atualização dos conhecimentos dos profissionais das unidades municipais. A Prefeitura investiu R$ 3,6 milhões na iniciativa.

Segundo a titular da SME, Dalila Saldanha, a leitura é uma política permanente da Prefeitura e a Bienal é muito esperada. "Fazemos anualmente campanhas de incentivo à leitura e temos a política de incentivo financeiro na Bienal. Em 2019 entregamos um cardlivro de 100 reais e este ano o prefeito Sarto dobrou os investimentos e ampliou também o número de profissionais beneficiados", explicou.

A secretária pontuou que além do estímulo aos profissionais da Rede Municipal de Ensino para que frequentem a feira e comprem livros, a Prefeitura também leva os estudantes para conhecerem e participarem das atividades.

Nas salas do evento, também haverá apresentações do II Colóquio da Educação de Fortaleza, incluindo trabalhos dos professores da Rede Municipal que estão nos programas de mestrado e doutorado de universidades parceiras, do Programa Observatório de Fortaleza. Educadores das unidades municipais que compõem o projeto "Professor Autor: Fazendo História... Trocando Figurinhas" participam igualmente da programação, com exposição de trabalhos que abordam o fortalecimento da leitura, desenvolvidos em salas de aula. De 16 a 18 de novembro, cerca de 2 mil alunos da Rede Municipal vão visitar o evento e os espaços idealizados pela SME.

No estande da SME, que apresenta a Rede Municipal de Ensino no contexto da leitura, os alunos e visitantes podem ler livros, brincar, consultar publicações da Rede, entre outras atividades e informações das escolas. No dia 18, a Educação também contará com uma sala específica para apresentação de atividades alusivas à leitura desenvolvidas nas unidades escolares. Dentre elas: contação de histórias, rodas de conversa, recitais e apresentações musicais.

O evento também possui um espaço da Prefeitura voltado especialmente para os jovens. No estande da Secretaria da Juventude, os visitantes terão acesso à programação diversa com lançamentos literários, bate-papos, oficinas, dinâmicas com brindes e outras atividades. Além da programação, os jovens poderão realizar cadastros no Portal da Juventude e se informar sobre políticas municipais como a Rede Cuca, o Bolsa Jovem e o Academia Enem.

Para o titular da Sejuv Davi Gomes, a Bienal é uma oportunidade muito grande de difusão do conhecimento. "Mais do que comprar e vender livros, tem muita coisa bacana, tem palestra, contato com os autores, para explicarem um pouco dos livros", exemplificou, contando que no estande da secretaria é possível entrar em contato com as políticas públicas da capital que envolvem a juventude, entre elas a rede de bibliotecas dos Cucas.

Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza