Extranet

 

estande da SME na bienal

Serão dez dias dedicados ao livro e à leitura. Na 14º Bienal Internacional do Livro do Ceará, a Prefeitura de Fortaleza recebe o público nos estandes das secretarias da Educação e da Juventude, apresenta trabalhos de professores da Rede Municipal, promove visitação de alunos e beneficia profissionais da Educação com cardlivros para uso na feira. O evento ocorre desde sexta-feira (11/11) e continua até 20 de novembro, no Centro de Eventos do Ceará.

No estande da Secretaria da Juventude, os visitantes terão acesso à programação diversa com lançamentos literários, bate-papos, oficinas, dinâmicas com brindes e outras atividades. Além da programação, os jovens poderão realizar cadastros no Portal da Juventude e se informar sobre políticas municipais como a Rede Cuca, o Bolsa Jovem e o Academia Enem.

"É um um prazer poder vir aqui e saber um pouco mais sobre as oportunidade que tem para a juventude, eu me sinto lisonjeada", conta a estudante Gisnaina Braz, de 16 anos. Visitando a Bienal pela primeira vez, ela estava entusiasmada com o horizonte apresentado pelo estande da Juventude. "Quanto mais a gente tem essa possibilidade, essa oferta que estamos tendo, a gente pode crescer e evoluir cada vez mais e fazer funcionar, fazer o futuro dar certo", vislumbra.

À distância de alguns passos, um ambiente amplo e colorido, com estantes cheias de livros, uma lona no chão abarrotada de blocos de montar e pequenas mesas com brinquedos de madeira e material de desenho. O estande da Secretaria da Educação oferece uma pequena amostra das experiências vividas pelas crianças da Rede Municipal: elas aprendem brincando.

"O propósito do nosso estande é trazer um pouco de como é o trabalho realizado nas escolas, do que ofertamos a comunidade escolar," explica Joelson Moura, titular da Coordenadoria de Articulação da Comunidade e Gestão Escolar (Cogest) da SME. Segundo ele, o estímulo à leitura vai além do acesso aos livros. "Queremos incentivar a leitura das crianças e que seja uma história interativa, onde elas possam estar ali manuseando os materiais que nós temos nas unidades escolares", destaca.

Sentada em um dos bancos do estande, Karina de Almeida, de 9 anos, desdobra e exibe um desenho recém criado. "Eu adoro desenhar e aqui é interessante e legal," afirma. Acompanhando a filha, a vendedora Paula de Almeida compartilha da avaliação: "o ambiente é bem agradável, tem muita coisa a oferecer, muito livro, estamos gostando do momento."

O estande da SME apresenta a Rede Municipal de Ensino no contexto da leitura. Os alunos e visitantes podem ler livros, brincar, consultar publicações da Rede, entre outras atividades e informações das escolas. Nos dias 17 e 18/11, a Educação contará com apresentações dos relatos de experiências exitosas de práticas leitoras desenvolvidas nas unidades escolares, além de rodas de conversas literárias com os professores autores. Dentre as temáticas: a literatura infantil, poesia, pluralidade do gênero textual, jogos de tabuleiro, clube de leitura, entre outras.

A agenda do dia 18/11 incluirá ainda sala específica para apresentação de atividades alusivas à leitura promovidas nas escolas. Entre elas: contação de histórias, recitais e apresentações musicais. Nas salas, também haverá apresentações do II Colóquio da Educação de Fortaleza, que inclui trabalhos dos professores da Rede Municipal que estão nos programas de mestrado e doutorado de universidades parceiras, do Programa Observatório de Fortaleza. Educadores das unidades municipais que compõem o projeto "Professor Autor: Fazendo História... Trocando Figurinhas" participam igualmente da programação, com exposição de trabalhos que abordam o fortalecimento da leitura, desenvolvidos em salas de aula. Nos dias 16, 17 e 18, cerca de 2 mil alunos da Rede Municipal vão visitar o evento e os espaços idealizados pela SME.

Cardlivros

Além de toda a programação planejada para a Bienal, a Prefeitura de Fortaleza entregou 18 mil cardlivros para professores e demais profissionais envolvidos no processo pedagógico e de combate ao abandono escolar da Rede Municipal. O cardlivro é um crédito no valor de R$ 200 para aquisição de livros e/ou material de incentivo à leitura junto aos expositores do evento. A ação tem como base a formação continuada e a atualização dos conhecimentos dos profissionais das unidades municipais. A Prefeitura investiu R$ 3,6 milhões na iniciativa.

Para a professora Sâmia Nascimento de Lima, da Escola Municipal Dom Jose Tupinamba da Frota, o benefício contribui para a formação dos profissionais e para a melhoria da qualidade da educação. "Tem livros aqui que podem ajudar na nossa pós-graduação. Tem muitos professores que estão fazendo mestrado, iniciando uma especialização, então é um estímulo pra gente continuar estudando e que essas crianças estejam cada vez mais preparadas, através do nosso preparo a gente orienta elas", observa.

Coordenadora da Escola Municipal Rosa da Fonseca, Gisele Pereira de Lima considera cada livro lido como uma conquista. "A gente aprende muita coisa e fica feliz demais, porque é uma construção da nossa formação enquanto professor, enquanto coordenador, é uma felicidade", celebra, pronta para usar o cardlivro. "Quando a gente recebe esse incentivo que vem da Prefeitura, ficamos muito felizes, sentimos que realmente estamos sendo valorizados", destaca.

Recebendo o vale pela primeira vez, a auxiliar escolar Karla Kashemira conta que já se imagina lendo. "Eu acho um incentivo muito bonito e dedicado da parte da Prefeitura, porque incentiva os professores e profissionais da escola a lerem, incentiva eles a virem para a Bienal, a trazerem a escola e as pessoas da família", aprecia.

Bienal no Ceará

Como nas edições anteriores, a Feira de Livros da 14ª Bienal Internacional do Livro do Ceará será realizada no andar térreo do Centro de Eventos. Com o tema “De toda gente para todo o mundo”, o evento oferece ampla e diversa programação gratuita para a população em geral. A agenda contempla comercialização de livros, estandes institucionais, praças de convivência, praças de alimentação, café literário e sala exclusiva para autores e convidados, dentre outros espaços. A feira, que é realizada pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, tem entrada gratuita em todas as atividades.

Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza