Extranet

 

O concurso tem como objetivo engajar crianças e jovens na temática da segurança viária, promovendo consciência cidadã de respeito às leis de trânsito

Como parte da programação do Seminário de Preservação de Vidas no Trânsito, a Prefeitura de Fortaleza entregou, nessa sexta-feira (27/05), o IV Prêmio AMC de Mobilidade Urbana a alunos da rede pública de ensino. A premiação aconteceu no teatro do Cuca Pici.

>>> Confira mais imagens do IV Prêmio AMC de Mobilidade Urbana

Os primeiros lugares de cada categoria receberam notebooks, os segundos lugares, tablets, e os terceiros lugares, smartphohes. Também foram agraciados os três melhores estudantes de cada ano nas categorias desenho, conto e artigo de opinião. Os trabalhos foram desenvolvidos a partir da temática: "No trânsito, a sua responsabilidade salva vidas".

Cada professor orientador dos trabalhos também foi contemplado com a mesma premiação dos estudantes. Ao todo, foram 54 premiados:27 estudantes e 27 professores.

No ato de entrega dos prêmios, o prefeito de Fortaleza, José Sarto, ressaltou a importância do trabalho de conscientização infantil sobre o trânsito e destacou os resultados positivos que a Capital vem atingindo na área, como a redução de acidentes veiculares fatais.

"É uma alegria entregar esse prêmio aos alunos da nossa Rede Municipal, e é muito importante conscientizar nossas crianças, já que são elas que vão melhorar nossos padrões e costumes. Além disso, Fortaleza vem atingido resultados muito positivos no trânsito. Esse é o sétimo ano consecutivo com redução de acidentes fatais nas vias da cidade e, nesse mês de maio, enviamos para a Câmara dos Vereadores o Plano Municipal de Segurança Viária, a fim de discutimos e implementarmos soluções inteligentes para o trânsito da cidade", comentou Sarto.

Em sua quarta edição, o Prêmio AMC mobilizou 5.507 alunos de 155 escolas."O nosso objetivo é promover uma consciência cidadã no trânsito já a partir da infância, quando o indivíduo começa a se entender como parte de um todo e aprende a conviver em sociedade. Esse aprendizado garantirá a adoção de um comportamento consciente e seguro", reforçou Antônio Ferreira, superintendente do órgão.

Andreza Brito tem 12 anos e foi a primeira colocada do Prêmio AMC na categoria conto. A mãe de Andreza, Adriana Brito, comemorou a conquista da filha e celebrou o trabalho da Prefeitura de Fortaleza na conscientização infantil e no reconhecimento do esforço dos participantes do concurso. "Estou muito orgulhosa da minha filha e estou muito feliz com a iniciativa de conscientização no transito promovida pela Prefeitura. A Andreza sempre foi muito dedicada aos estudos e esse reconhecimento é bastante importante", comentou Adriana.

O estudante Felipe Muniz, 3° lugar na categoria Artigo de Opinião, deixou professora e mãe orgulhosas

Felipe Muniz, da Escola Municipal Bárbara de Alencar, no bairro Parque Santa Maria (Distrito de Educação 6), foi um dos estudantes da Rede Municipal que conquistou premiação. Ele ficou em 3° lugar na categoria artigo de opinião. “Agradeço aos meus professores, ao diretor e à minha família, pois sem eles eu não teria conseguido. Conversei com pessoas que tinham experiência para conseguir abordar sobre como evitar acidentes, a atenção aos pedestres e aos equipamentos como o cinto ou capacete”, elencou. Com o “coração a mil”, a mãe Lucileide Muniz, fez questão de comemorar a premiação do filho que, em suas palavras, é “estudioso e merecedor desta conquista tão importante”. 

As inscrições para a quarta edição do Prêmio AMC de Mobilidade Urbana foram realizadas quando Felipe ainda fazia parte da turma do 8° ano, como recorda Cleidivânia Nascimento, professora de Geografia da Escola Municipal Bárbara de Alencar: “Apesar de ter sido um momento difícil, pois estávamos na pandemia, entreguei todo o material de apoio e todas as dicas. Não interferi na ortografia nem nas palavras, justamente para ser uma criação especificamente dele”, relata, acrescentando que o resultado estimula também os demais colegas. 

>>> Acesse a listagem dos premiados

Seminário de Preservação de Vidas no Trânsito

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), realizou, nesta quinta e sexta-feira (26 e 27/05), o Seminário de Preservação de Vidas no Trânsito. O evento, que aconteceu no Cuca Pici, teve por objetivo apresentar estratégias e soluções em segurança viária. O seminário foi voltado a técnicos de órgãos e secretarias de trânsito do estado, universitários e especialistas em mobilidade urbana.

Além da entrega do Prêmio AMC aos estudantes da Rede Municipal de Ensino, também foi apresentado o Relatório Anual de Segurança Viária, destacando a redução de acidentes fatais no transito em Fortaleza. Em 2021, a Capital chegou ao sétimo ano seguido com redução de óbitos no trânsito. Foram 184 mortes registradas nas vias da cidade ou uma taxa de mortalidade de 6,8 para cada 100 mil habitantes. O número é 51% menor em relação ao ano de 2014, que contabilizou 377. Já em relação a 2020, a queda foi de 4,7%.

Os usuários de motocicleta representam quase metade das mortes no trânsito (48%), seguido por pedestres com 36% dos óbitos. Já ocupantes de veículos de quatro rodas e ciclistas aparecem em último lugar no ranking com 8%

(Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza)