Extranet

 


O prefeito de Fortaleza, José Sarto, participou da inauguração da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) General Eudoro Corrêa, no bairro Parangaba, nesta quinta-feira (09/09). O evento contou com a presença do governador Camilo Santana, da vice-governadora Izolda Cela e da secretária da Educação do Ceará, Eliana Estrela.

A unidade recebeu investimento de R$ 10,5 milhões, provenientes dos Governos Estadual e Federal. Ao todo, 480 estudantes serão atendidos pela escola, que trabalha com 1ª, 2ª e 3ª série do ensino médio em tempo integral, e que conta com laboratórios, biblioteca e ginásio, entre outros equipamentos.

O ensino presencial na unidade inicia no próximo dia 13 de setembro, ainda em formato híbrido, com metade dos estudantes em sala de aula e outra metade estudando em casa.

"Tanto Governo quanto Prefeitura têm muita responsabilidade de retomar o ensino presencial com segurança, trabalhamos para vacinar todos os professores e respeitar os protocolos sanitários nas aulas presenciais, entregando uma política importante do Estado e da Prefeitura que é colocar a educação como prioridade", declarou o governador Camilo Santana.

Em Fortaleza, 76 escolas ofertam o tempo integral, atendendo 23.777 alunos.

"Fortaleza é a capital brasileira com a maior cobertura do ensino de tempo integral. Aproveitem essa escola, tirem dela o melhor que puderem tirar porque isso vai fazer a diferença. Aqui vocês têm um tesouro nas mãos", enfatizou o prefeito José Sarto.

Com o programa Pacto pela Aprendizagem no Estado do Ceará, lançado pelo Governo destadual em agosto deste ano para recuperar a aprendizagem dos estudantes do ensino fundamental afetada pela pandemia da Covid-19, R$ 80 milhões serão transferidos aos municípios para investimento na educação.

O valor deve ser voltado para reforma e aquisição de equipamentos para as escolas; compra de veículos de transporte escolar; reforço da conectividade com equipamentos tecnológicos; implementação de tempo integral na rede municipal e apoio às atividades extracurriculares.

Aulas na Rede Municipal

As aulas presenciais da Rede Municipal iniciaram nesta quarta-feira (08/09), pelo Ensino Infantil, e seguirão o plano de retomada preparado pela Secretaria Municipal da Educação (SME), com três etapas.

"Nós já reiniciamos, ontem, as atividades escolares presenciais na Rede Municipal, gradualmente, cumprindo o que determinam as autoridades sanitárias nos nossos 582 equipamentos, que foram todos requalificados ou estão passando por adequações. Ampliamos a ventilação nas salas de aula, adaptamos os bebedouros para se fazer a coleta da água ao invés de beber diretamente no bebedouro, instalamos totens de higienização e aferição de temperatura", destacou Sarto.

A Prefeitura de Fortaleza também investiu na contratação de agentes escolares. Foram selecionados mais de 1.300 agentes escolares, que já estão atuando nas ações para integração dos alunos, identificação de possíveis situações de abandono e apoio à gestão na rotina escolar.

Além de garantir suporte ao ensino domiciliar com a entrega de 21.500 tablets para os alunos, e aquisição em processo de mais 28.500, totalizando 50 mil tablets oferecidos pela gestão municipal.

Entre outras estratégias, como a continuidade da entrega dos kits de alimentação, referentes aos meses de agosto, setembro, outubro e novembro. E, para garantir a segurança dos estudantes, o monitoramento de casos de Covid-19 através do sistema Rastreio Covid Fortaleza.

Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

Os Equipamentos de Proteção Individual necessários para uso dos alunos e dos profissionais da Educação, de acordo com a especificidade de cada etapa de ensino, incluindo máscara de tecido, avental, touca, sapatilha, além de materiais e insumos como pulverizador, termômetro, álcool em gel e os dispositivos para uso, sabonete líquido, água sanitária e garrafas squeeze para uso individual, também foram adquiridos em toda a rede.

Plano de retorno

De acordo com o plano de retorno às aulas presenciais do Município, nesta primeira etapa, serão contempladas as turmas do Infantil III, IV, V e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental (33,2% dos alunos matriculados); na segunda etapa, serão incluídos os alunos do Infantil I e II e 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental (totalizando 61,3% dos estudantes da Rede); e na última etapa, os estudantes do 6º, 7º, 8º e 9º anos e da Educação de Jovens e Adultos (100% dos alunos da Rede Municipal).

Ao final de setembro, todos os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental já devem ter retornado às aulas presenciais, mas respeitando o rodízio semanal - aulas presenciais numa semana, com grupos que representam 50% do quantitativo da turma, e na posterior com a realização de atividades domiciliares.

 

Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza