Extranet

 

O prefeito José Sarto e o governador Camilo Santana anunciaram, neste domingo (04/04), o início da flexibilização das atividades econômicas não essenciais a partir do dia 12 de abril. Com a medida, os decretos com as medidas de isolamento rígido serão prorrogados até o próximo domingo, 11 de abril.

De acordo com Camilo Santana, foi analisada a situação epidemiológica e, tanto na última quinta (01/04) como neste domingo, houve diminuição de casos e também na pressão assistencial, ou seja, na procura das pessoas por atendimento em postos de saúde e nas Unidades de Pronto Atendimento. Em todo o Estado, a quantidade de pessoas aguardando transferência para leitos de enfermaria ou UTI, por exemplo, caiu de mil para 748.

Os dados apontam que as medidas de isolamento social rígido têm alcançado resultados importantes e eficazes. “Essa semana vai nos dar mais segurança para que não tenhamos retrocesso e possamos garantir a tendência de queda. Também usaremos esse tempo para sentar com representantes dos setores econômicos não essenciais para definir os critérios de reabertura, que será planejada e gradual”, explicou o governador.

José Sarto enfatizou que os números de demanda nas portas de entrada dos postos de saúde e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) na Capital são avaliadas diariamente. “Há uma diminuição de casos, os dados nos animam e mostram que estamos no caminho certo. Entretanto, a circulação viral ainda é muito alta, então iremos continuar ampliando leitos, vacinando e fiscalizando”, destacou o prefeito.

Leitos e vacinas

Em todo o Ceará, já são cerca de 5 mil leitos exclusivos para atender pacientes da Covid-19, 2 mil a mais do que durante o primeiro pico da doença em 2020. Em Fortaleza, são 906 e, em breve, serão 1.126 no Instituto Dr. José Frota 2 (IJF2), conforme Sarto.

Os gestores parabenizaram os servidores da saúde pelo trabalho incansável no combate à pandemia e destacaram também o papel desses profissionais nas campanhas de vacinação. Somente nos últimos 4 dias, foram vacinadas mais de 90 mil pessoas em toda a Capital. O Ceará registra 1 milhão e 100 mil doses aplicadas.

“A única forma de superar a pandemia é a vacinação. Enquanto não tivermos para todos os cearenses e brasileiros, o isolamento social e a prevenção, como o uso de máscaras, é a saída. É importante a população obedecer a essa orientação”, ressaltou Camilo, anunciando, ainda, que há a perspectiva da chegada de um novo lote de vacinas ao Ceará ao longo desta semana.

“É fundamental a compreensão de todos os cearenses. Vamos atravessar esse momento não só no Ceará, mas no mundo inteiro. Vamos sair mais fortalecidos e retornar com segurança”, completou o governador.

Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza