Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Lista de notícias


Quinta, 18 Outubro 2018 18:16

Primeiro dia do Seminário Trajetórias de Sucesso 2018 traz debates sobre produção textual

 
 
Rodas de conversa, reflexões e trabalhos sobre leitura e produção textual marcaram o primeiro dia do Seminário Trajetórias de Sucesso na Sala de Aula 2018, que ocorreu nesta quinta-feira (18/10), na Assembleia Legislativa do Ceará. Pela manhã, a abertura ocorreu no auditório Deputado Murilo Aguiar, com mesa de diálogos sobre "O Ensino da Língua Portuguesa nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: um diálogo entre as práticas de linguagem". Na cerimônia, houve ainda apresentação do Verso de Boca, grupo de poesia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

O I Seminário Trajetórias de Sucesso na Sala de Aula, realizado pela Secretaria Municipal da Educação (SME), por meio da Célula de Formação da Coordenadoria do Ensino Fundamental, segue nos dias 19, 23 e 24 de outubro, como uma das ações de valorização da prática do professor pensada para o Outubro Docente, programação especial no mês do Dia do Professor.

A mesa de diálogos da abertura do seminário ocorreu com a explicação de três trabalhos de professores convidadas, dentro da temática maior sobre o ensino da língua portuguesa nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. A professora Jovanna Pinheiro Medeiros Marinho trouxe o debate sobre a prática de leitura do texto literário nas séries iniciais, ao levantar reflexões acerca da importância da literatura estar presente nesta fase.

"O texto literário nas escolas costuma sofrer recortes dos professores na ideia de tornar o texto acessível ao aluno. Mas é preciso trabalhar a obra como um todo. A reflexão da literatura nos ensina sobre a vida. Retirar fragmentos do contexto original acaba por restringir a percepção do estudante. No final do século XX, a literatura vem sofrendo um declínio cultural e social. Queremos propor a reflexão e defender que se faz necessária a prática da leitura dessa linguagem com as crianças", argumenta. 

Apresentação do Verso de Boca, grupo de poesia da UFC

 

Aprendizado
A professora Jacinta Meneses, da Escola de Tempo Integral Ambiental Dra. Francisca de Assis Canito da Frota, no Dionísio Torres (Distrito 2), participou da abertura e saiu do evento reflexiva com os debates, além de entusiasmada para assistir aos trabalhos nos outros dias. "Pensar no papel da literatura é oportuna porque ela não pode ser esquecida. Afinal, queremos formar leitores e não podemos deixá-la de lado. A reflexão é válida no atual cenário brasileiro. No geral, acredito que a ideia do seminário é inovadora porque podemos modernizar nossa visão com trabalhos exitosos de professores. Quero buscar uma luz nesses projetos e espero conhecer experiências que possam ser replicadas na minha rotina profissional", deseja.  
 
Desafios
A prática do texto escrito e multissemiótico na sala de aula foi a abordagem da professora e doutora Francisca Poliane Lima de Oliveira, que abordou o desafio do educador de trazer produção textual com práticas contextualizadas e desassociar a prática de texto à redação simplesmente. "A tradição do ensino na produção de texto é centrada em levar ao aluno a colocar o pensamento em forma de linguagem e seguir as regras pela gramática. Como a atividade não fazia sentido e era só para cumprir um protocolo pedagógico, o aluno não se sente dono do texto. É necessário contextualizar tudo à realidade", reforça. 

Já a professora e doutora Meire Virgínia Cabral Gondim falou sobre a prática da análise linguística: o uso consciente de recursos da linguagem, em uma perspectiva de gêneros e concepções de texto. Meire defende que, quando se pensa em análise linguística, é necessário mostrar caminhos de reflexão para os alunos. "Esta é uma recente abordagem para o ensino-aprendizagem de língua portuguesa integrada à leitura e a produção de textos. Ela adota uma perspectiva de reflexão acerca dos usos que fazemos de nossa língua. Para que, assim, possamos aprender a utilizar recursos existentes na produção e compreensão de textos", explica.
 

Confira a programação:

Dia 19/10 (sexta-feira)
Mesa de diálogos – O ensino da história e da geografia nos anos iniciais do ensino fundamental: o sujeito na perspectiva espaço-temporal e as implicações para a prática docente.
Participantes: Professores Gleudson Passos Cardoso, Antônio Raimundo de Melo Souza e Liduina Vidal de Almeida.  

Dia 23/10 (terça-feira)
Mesa de diálogos - O ensino de ciências - ciências no cotidiano: a importância do ensino da química, da física e da biologia para o ensino fundamental.
Participantes: Professores Jeanne Barros Leal Pontes Medeiros, Fernando Martins de Paiva e Lindauro da Costa Pereira Júnior.

Dia 24/10 (quarta-feira)
Mesa de diálogos - O ensino da matemática nos anos iniciais  do ensino fundamental na perspectiva da resolução de problemas.
Participantes:  Professoras Juscileide Braga de Castro, Ana Carla Amância Machado e Bárbara Pimenta de Oliveira.


Serviço
I Seminário Trajetórias de Sucesso na Sala de Aula

Data: 19, 23 e 24 de outubro
Horário: 8h30 às 11h30 e 13h30 às 16h30
Local: Auditório Deputado Murilo Aguiar - Assembleia Legislativa do Ceará
Endereço: Avenida Desembargador Moreira, 2807 - Dionísio Torres  

 

 
Quinta, 18 Outubro 2018 17:20

Prefeitura de Fortaleza realiza 18ª Chamada Pública para coordenador pedagógico

A Prefeitura de Fortaleza divulga, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME), nesta quinta-feira (18/10), a abertura da 18ª Chamada Pública para coordenador pedagógico.

Para realizar a inscrição, os candidatos interessados deverão comparecer ao Distrito de Educação correspondente à Unidade Escolar de seu interesse, no horário de 8h às 12h e de 13h às 17h nos dias 19, 22 e 23 de outubro para a entrega da Ficha de Inscrição preenchida e os seguintes documentos:

a) Fotocópia de documento de identidade com apresentação do original para conferência e autenticação pelo Distrito/SME;

b) Currículo padrão preenchido, constante no Anexo III da Chamada Pública, acompanhado das fotocópias dos documentos comprobatórios com apresentação dos originais para conferência e autenticação pelo Distrito/SME.

Poderão participar do processo de escolha e indicação para provimento do cargo em comissão de Coordenador Pedagógico das escolas o interessado, dentre os integrantes do Banco de Coordenadores Pedagógicos, constituído a partir do que dispõe o Edital n° 11/2013 – SME e Edital n° 37/2017 - SME.

Clique aqui e confira o texto da chamada pública no Canal da Educação. 

 

 
Quinta, 18 Outubro 2018 16:06

VI Prêmio Projeto Inovador encerra inscrições no dia 25 de outubro

 
A Secretaria Municipal da Educação (SME) informa que faltam poucos dias para o encerramento das inscrições da VI Semana do Servidor.
 
Os interessados em participar do VI Prêmio Projeto Inovador devem se inscrever até o dia 25 de outubro. O Prêmio tem a finalidade de premiar e estimular projetos inovadores implantados por órgãos da Administração Direta e Indireta da Prefeitura de Fortaleza, valorizando as boas iniciativas e tornando-as conhecidas no âmbito da gestão municipal.
 
Este ano, o evento traz o V Troféu Servidor Destaque, que terá eleição final em 8 de novembro. O repasse dos dados do vencedor do “Servidor Destaque” do órgão e do vídeo de apresentação para a Comissão Organizadora, deve acontecer até o dia 5 de novembro. Identificar e homenagear servidores públicos municipais ativos que se destacaram no exercício de suas funções no âmbito da Gestão Municipal.
 
O VI Prêmio Projeto Inovador faz parte da VI semana do Servidor, realizada anualmente pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog). 
 
Acesse o regulamento e participe!
 
 
 

 

 
Quinta, 18 Outubro 2018 11:27

Prefeitura de Fortaleza divulga resultado da 18ª Chamada Pública para secretário escolar

A Prefeitura de Fortaleza divulga, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME), o resultado da 18ª Chamada Pública para o cargo de secretário escolar dos Distritos de Educação 3 e 5. 
 
Os candidatos selecionados deverão apresentar-se nesta sexta-feira (19/10), na sede dos Distritos de Educação correspondentes às unidades escolhidas.
 
Clique aqui para acessar o resultado no Canal Educação.
 
Endereços
 
Distrito de Educação 3
Avenida Jovita Feitosa, 1264 - Parquelândia
 
Distrito de Educação 5
Avenida Augusto do Anjos, 2466 - Bom Sucesso
 
 

 

 
Quarta, 17 Outubro 2018 20:28

Primeiro dia do Salão Outubro Docente tem rodas de conversa e lançamentos de livros

O primeiro dia do Salão Outubro Docente foi movimentado, nesta quarta-feira (17/10), na Unipace, com lançamentos de livros, exposições e rodas de conversas. Os trabalhos que compõem a mostra são experiências de docentes selecionados no projeto Professor Autor: Fazendo História... Trocando Figurinhas 2018. O salão estará aberto ao público até nesta quinta-feira (18/10), de 8h às 16h. 
 
O trabalho "Inspirações Pikleriana no Dia a Dia dos Bebês", da professora Renata Goes Moreira, do Centro de Educação Infantil (CEI) Humberto Teixeira, no Jangurussu (Distrito 6), é um dos expostos no Salão Docente. Segundo ela, trazer o trabalho com bebês para a exposição é gratificante, já que se trata de uma abordagem de ensino nova, que vem, gradativamente, mudando a prática com os bebês nas instituições. Renata faz parte de um grupo da Universidade Federal do Ceará (UFC) pioneiro nos estudos desta abordagem no Ceará. 
 
"Já tive muita dificuldade em encontrar literaturas que trate especialmente dos bebês. Mas na abordagem Pikleriana, focada nos pequenos, tem todo embasamento teórico para práticas que já realizamos intuitivamente. A partir do estudo, foi repensado no CEI a organização da sala, do banheiro... como resultado percebi o desenvolvimento da autonomia das crianças. Acredito que o Salão Outubro Docente tem a perspectiva não só de divulgar projetos como o meu, mas ampliar o repertório pedagógico dos professores", avalia. 
 
Desenvolvido pela Escola de Tempo Integral (ETI) Prof. Joaquim Francisco de Sousa Filho, no Presidente Kennedy (Distrito 3), o projeto "Rumo ao IFCE" é mais um dos trabalhos expostos no Salão Outubro Docente. O professor à frente do projeto é o Rivelino de Sousa Câmara, que organiza um conjunto de ações com o objetivo de melhoria acadêmica dos alunos do 9º ano, através de aulões, aula de campo, laboratório de redação, simulados e palestras motivacionais - atividades que envolvem todos os setores da instituição. 
 
Segundo o professor, o projeto é sucesso na ETI e a prova disso são os resultados: 30 aprovações dos alunos da unidade no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) nos últimos três anos. Com isso, a instituição conseguiu despertar nos estudantes o interesse de ingressar na instituição e os possibilitou a preparação completa para a prova, desde o aprimoramento de conteúdos até o aspecto emocional tão necessário na realização do exame.
 
Escrita valorizada
Ensinar a função social da escrita de forma divertida para as crianças do Infantil IV e V é a proposta do projeto "Correio das Palavras: amor", da professora Cristiane dos Santos Moreira, do CEI Dom Aloísio Lorscheider, na Praia do Futuro (Distrito 2). Também exposto no evento, a ideia do projeto surgiu no primeiro semestre do ano, a partir de questionamentos e curiosidades das próprias crianças. O objetivo é abordar com os pequenos os gêneros textuais e perceber as especificidades de cada um, ampliando o vocabulário das crianças.
 
"O projeto valoriza o significado e sentido das palavras. Ensinamos a função social da escrita, que é passar uma mensagem. Percebemos o quanto as crianças se envolveram umas com as outras e participaram das atividades. O aspecto mais significativo do projeto é despertar a curiosidade delas em descobrir o sentido do significado das palavras e explorar os sentimentos. É gratificante compartilhar esse projeto com todos os professores da Rede", diz Cristiane. 
 
Livros
No primeiro dia do evento, também foram lançados três livros de professores da Rede Municipal, são eles: "Os Silêncios da História: a transmissão de conhecimentos advindos de mulheres negras cearenses acima de 70 anos", da Maria Saraiva da Silva; "Práticas Inovadoras na Educação: edificando saberes, significados e significações", organizado pela Cristiane Patrícia Barroso Almada e Francisco José Chaves da Silva - com artigos de seis autores e "Amigo Ambiental, Uma Questão Legal", da Laudecy Ferreira.   
 
Serviço
Salão Outubro Docente
Data: 18/10 quinta-feira (segundo e último dia)
Horário: 8h às 16h 
Local: Anexo II da Assembleia Legislativa
Rua Barbosa de Freitas, 2674, 3º andar – Dionísio Torres

 

 
Quarta, 17 Outubro 2018 20:07

Segundo encontro da Quarta Docente traz experiências de 6 psicomotricistas relacionais

A Psicomotricidade Relacional como ferramenta transformadora nas escolas foi discutida no segundo encontro da Quarta Docente, realizado na tarde desta quarta-feira (17/10), na Unipace, dentro do Salão Outubro Docente. A série de encontros visa promover a troca de experiências entre professores da Rede Municipal e faz parte do Outubro Docente, programação especial do mês do professor. No evento, seis psicomotricistas relacionais apresentaram projetos em uma roda de conversa com o tema “Escola, minha casa feliz: Conversando sobre Psicomotricidade Relacional”. Os próximos encontros estão previstos para os dias 24 e 31 de outubro.
 
A professora Ofélia de Freitas Pessoa, da Escola Municipal Frei Agostinho Fernandes, no Vicente Pinzon (Distrito 2), foi uma das participantes do encontro e falou sobre o projeto "Se não faz sentir, não faz sentido - A Psicomotricidade Relacional acolhendo as famílias com afeto". A proposta do trabalho é utilizar o viés da afetividade da Psicomotricidade Relacional para aproximar famílias, filhos e comunidade escolar, por meio de palestras e encontros com todos os envolvidos. 
 
“Vivemos em uma época carente de afeto e respeito ao outro. O trabalho desse projeto traz tudo isso, ao promover o acolhimento e esculta das diferenças entre alunos e famílias. Tudo para criar um espaço nas escolas para as crianças serem ouvidas. Vejo que temos em mãos aquilo que o que a humanidade mais precisa hoje", defende Ofélia, que já apresentou trabalhos sobre o tema até no exterior.  
 
Uma das professoras que assistiram às apresentações foi a Cristiane Mendes, da Escola Municipal Edmilson Pinheiro, no Conjunto Ceará (Distrito 5). Durante os 23 anos de carreira docente, ela diz que já tinha ouvido falar sobre Psicomotricidade Relacional, mas só entendeu a metodologia e como é aplicada na sala de aula durante o segundo encontro da Quarta Docente. 
 
Para Cristiane, a roda de conversa foi um momento rico de aprendizagem para conhecer um assunto importante para todos os professores, não só para as escolas que possuem uma psicomotricista relacional. "Interessante entender como a metodologia vai além do cognitivo, mas é uma ferramenta de transformação social. Espero que amplie o projeto e, no futuro, todas as escolas tenham este profissional. A proposta do evento é primorosa, já que dá visibilidade a ideias de professores do município que estão modificando a realidade dos alunos", considera.
 
Valorização
A Quarta Docente é mais uma das ações promovidas pela Secretaria Municipal da Educação (SME) para valorizar, reconhecer e difundir na Rede Municipal boas iniciativas desenvolvidas pelos professores nas salas de aula. A ideia é também inspirar outros docentes a realizar projetos inovadores nas suas escolas, possibilitando, assim, uma educação inovadora aos alunos da Rede Municipal.
 

Leia mais: Boas ideias apresentadas na 1ª Quarta Docente inspiram professores da Rede Municipal

 
 

 

 
Quarta, 17 Outubro 2018 19:51

Salão Outubro Docente - abertura conta com palestra "Saberes Docentes e Autonomia do Professor"

 

 

A docência se funda na prática diária, então é de se imaginar o volume de experiências desenvolvidas no cotidiano escolar. Com a proposta de dar visibilidade aos trabalhos inovadores dos professores da Rede Municipal, teve início o Salão Outubro Docente, que integra a programação do mês do professor. A cerimônia de abertura da edição 2018 ocorreu na manhã desta quarta-feira (17/10), na Unipace. A exposição segue nesta quinta-feira (18/10), de 8h às 16h.
 
No evento de abertura, houve a palestra "Saberes Docentes e Autonomia do Professor", ministrada pelo professor Casimiro Campos, doutor em Educação, que apresentou um panorama histórico da sociedade, as características do atual cenário digital e promoveu debates sobre experiências e práticas docentes, baseados no trabalho cotidiano e no conhecimento adquirido no convívio escolar.   
 

>>> Confira galeria de imagens da abertura no Facebook da SME <<<

 
O Salão Outubro Docente expõe trabalhos e experiências de professores selecionadas no Edital "Projeto Professor Autor: Fazendo História... Trocando Figurinhas" 2018, que, inclusive, culminou em dois volumes da Coleção “Magistério Municipal de Fortaleza em Destaque”, com 63 trabalhos selecionados - o dobro de relatos se comparado à primeira edição em 2017. Além da exposição em salas temáticas, há espaços de leitura e convivência para os professores.   
 
A secretária Dalila Saldanha participou da cerimônia de abertura e agradeceu a participação e o engajamento dos professores, fundamentais para o sucesso do Salão. " É um evento preparado por vocês e para vocês. A maior relevância é o fato de estar sendo protagonizado pelos professores.  Temos um espaço de apresentação dos excelentes trabalhos e de troca de experiências, e até de inspiração pelas práticas inovadoras", fortaleceu.
 
Também presente à abertura, o secretário adjunto, Jefferson Maia, celebrou o crescimento do Salão Outubro Docente, que, nesta edição 2018, supera as expectativas da SME. "Dobramos o número de inscritos e a quantidade de livros. A proposta era uma publicação, mas, pela quantidade de trabalhos, foram dois volumes. O Salão Outubro Docente veio para ficar. É satisfatório para a SME ter uma ação como essa. O resultado desta edição é porque a Rede deu as mãos e enfrentou desafios. Esperamos que todos saiam renovados e inspirados do evento", estimou.
 
Aprendizados
A professora Maria Ivaneida Lima Gadelha, da Escola Municipal Virgílio Távora, no Cristo Redentor (Distrito 1), participou pela segunda vez do Salão Outubro Docente e considera o evento uma maneira de instigar os demais professores a mostrarem seus trabalhos. "Compreendo que esta é uma forma de mostrar o valor do professor de escola pública, pois muita gente não acredita que tem esse profissional desenvolvendo projetos inovadores. E na exposição vemos a quantidade de bons trabalhos feitos na sala de aula. É uma forma também de levantar a autoestima dos professores", avalia.
 
Em forma de poema, o professor Djacy Silva de Sousa, da Escola Municipal 11 de Agosto, no Jardim Iracema (Distrito 3), descreve a experiência de participar do Outubro Docente. Confira abaixo uma parte do poema, que também é uma homenagem aos profissionais da Rede pelo Dia do Professor:
 
"Outubro Docente é uma grande oportunidade 
de cada ser vivente mostrar para a sociedade 
seu trabalho importante que ficará para a prosperidade.
 
Cada professor é agente de cidadania 
educando com amor e com maestria 
ele pode fazer a educação toda hora, todo dia.
 
Outubro Docente oportuniza a vida
porque cada ação permanente vai assim ser vivida
e tudo vai acontecer de uma maneira muito querida.
 
O professor não é apenas um instrumento de docência
ele é o executor da mais pura ciência
e isso se faz se tiver vida em latência.
 
Professor e aluno são capaz de mudar a vida
na certeza de que tudo pode ser a oportunidade gerida 
com força e educação estaremos gerando a boa vida."

 

 
Quarta, 17 Outubro 2018 17:13

Outubro Rosa: SME reforça orientação para que profissionais da Educação realizem exames de mamografia

Em apoio à campanha do Outubro Rosa, a Secretaria Municipal da Educação (SME) reforça a orientação de que as profissionais da Educação devem realizar os exames de mamografia. Para isso, a orientação da SME é de que a gestão das unidades escolares viabilize a realização dos exames. O objetivo é intensificar a prevenção do câncer de mama. 

Desde 2017, atendendo a um pleito do Sindiute, a SME prevê que as professores dediquem o dia de planejamento para este cuidado com a saúde. Na Rede Municipal de Ensino de Fortaleza, um terço da carga horária é assegurada para o planejamento de aulas.
 

Requisições de mamografia

 A Prefeitura de Fortaleza, por meio do Instituto de Previdência do Município (IPM), irá disponiblizar, no período de 15 a 31 de outubro de 2018, requisições de mamografia para as servidoras municipais de Fortaleza beneficiárias do IPM Saúde. A iniciativa faz parte do calendário de ações da Campanha Outubro Rosa 2018 do Instituto.
 
As requisições do exame serão assinadas pela diretora da Perícia Médica Marúsia Thomaz e pela equipe médica do IPM Lar, de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h. Os pedidos de exame serão concedidos a todas as servidoras municipais com idade a partir de 40 anos, que solicitarem ao IPM. Também serão aceitas requisições de mulheres com histórico familiar de câncer de mama com idade a partir de 30 anos.
 
O superintendente do IPM, Ricardo Santiago, lembrou que, em 2017, o IPM Saúde duplicou a cota de exames de mamografia em outubro. Na ocasião foi lançado o desafio de serem autorizadas 1.000 no mês – ação que, segundo o gestor, não é mais necessária na Campanha Outubro Rosa de 2018. “A boa notícia é que, neste ano, não temos mais cotas delimitando o número de procedimentos a serem autorizados por mês pelo IPM Saúde. Então, se houver demanda, serão realizadas muito mais de 1.000 mamografias. Não só neste mês, mas também nos noutros meses”, informou.
 
O fim das cotas gerais mensais para liberação de procedimentos pelo IPM Saúde teve início em 1º de agosto de 2018. Com a medida, todos os procedimentos, consultas e exames podem ser demandados em qualquer dia do mês, sem o risco de não existir mais cotas disponíveis.

Saúde

Para atender a demanda de exames, a Rede Municipal de Saúde conta com três aparelhos de mamografia públicos. Além disso, o exame pode ser feito em instituições conveniadas. Ao todo, são seis mil exames por mês. Só no Gonzaguinha da Barra, são 15 atendimentos de mamografia por turno, de segunda a sexta-feira, totalizando 600 por mês. Já no Gonzaguinha da Messejana, são 560 exames por mês, além dos 30 atendimentos por turno de segunda a segunda do Hospital da Mulher, totalizando 840 mensais.

Durante o período do Outubro Rosa, os exames no Hospital da Mulher serão ampliados, quando a população terá à disposição 120 exames nos fins de semana, sendo 60 aos sábados e os outros 60 nos domingos.

+ Leia mais: Prefeito Roberto Cláudio estimula prevenção do câncer de mama

(Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza)

 

 

 
Quarta, 17 Outubro 2018 16:44

[FORTALEZA] Prefeito Roberto Cláudio estimula prevenção do câncer de mama

várias pessoas posam para a foto

Visita do prefeito Roberto Cláudio ao Hospital e Maternidade Zilda Arns nesta quarta-feira (17/10)
faz parte da programação do Outubro Rosa

 

O prefeito Roberto Cláudio visitou, nesta quinta-feira (17/10), o Hospital e Maternidade Zilda Arns para alertar as mulheres fortalezenses sobre a importância da prevenção do câncer de mama. Visita faz parte da programação  em alusão ao Outubro Rosa, que tem por objetivo de combater a doença. A secretária da Educação, Dalila Saldanha, acompanhou a visita.

"Estamos aqui para enviar uma mensagem de consciência a todas as mulheres da cidade de Fortaleza. Como vocês sabem, o câncer de mama é o tipo mais frequente entre as mulheres, uma das principais causa de morte entre elas. É muito importante que a gente possa prevenir. A melhor forma é o diagnóstico precoce, por isso, é necessário fazer o autoexame e buscar realizar uma mamografia a cada dois anos, entre 50 e 69 anos de idade”, afirmou o Prefeito.

Para atender a demanda de exames, a Rede Municipal de Saúde conta com três aparelhos de mamografia públicos. Além disso, o exame pode ser feito em instituições conveniadas. Ao todo, são seis mil exames por mês. Só no Gonzaguinha da Barra, são 15 atendimentos de mamografia por turno, de segunda a sexta-feira, totalizando 600 por mês. Já no Gonzaguinha da Messejana, são 560 exames por mês, além dos 30 atendimentos por turno de segunda a segunda do Hospital da Mulher, totalizando 840 mensais.

Durante o período do Outubro Rosa, os exames no Hospital da Mulher serão ampliados, quando a população terá à disposição 120 exames nos fins de semana, sendo 60 aos sábados e os outros 60 nos domingos.

Joana Maciel, secretária da Saúde, ressaltou a importância das mulheres não faltarem aos exames marcados, pois acabam prejudicando a todas. “Temos um índice de faltas muito elevado, em torno de 40% em toda a rede. Devemos lembrar que quando você não vai para o seu exame, não avisa com antecedência, uma outra mulher deixa de ser beneficiada. Contamos com o apoio da população para, se marcar, não faltar”, declarou.

Flávia Maria Nunes, uma das mulheres beneficiadas com a ação do mês de prevenção, parabenizou a gestão pela atividade. “É muito importante esta campanha do Outubro Rosa no Hospital da Mulher. Quando venho, sempre sou bem atendida, sendo uma boa oportunidade para quem ganha pouco, pois não teríamos como pagar os exames, principalmente aquelas que são mais carentes. É muito importante podermos prevenir precocemente o câncer de mama, pois tratando, a pessoa fica curada e bem”, disse.

Caso a mulher observe alguma alteração na mama durante o autoexame, o procedimento adequado é procurar um posto de saúde mais próximo de casa. Lá, ela será encaminhada pelo médico à rede de diagnóstico da Capital.

Rede Municipal de Ensino

Em apoio à campanha do Outubro Rosa, a Secretaria Municipal da Educação (SME) reforça a orientação de que as profissionais da Educação devem realizar os exames de mamografia. A orientação da SME é de que a gestão das unidades escolares viabilize a realização dos exames.
 
O objetivo é intensificar a prevenção do câncer de mama. Desde 2017, atendendo a um pleito do Sindiute, a SME prevê que as professores dediquem o dia de planejamento para este cuidado com a saúde. Na Rede Municipal de Ensino de Fortaleza, um terço da carga horária é assegurada para o planejamento de aulas.
 
(Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza)