Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Fortaleza tem primeira escola municipal contemplada com Prêmio Escola Nota Dez

 


 
 
Uma escola da Rede Municipal de Ensino de Fortaleza conquistou, pela primeira vez, o Prêmio Escola Nota Dez do Governo do Estado. A unidade premiada é a Escola Municipal Professor José Sobreira de Amorim, no bairro Henrique Jorge (Distrito de Educação 3). O anúncio ocorreu na manhã desta quinta-feira (22/06) pelo governador Camilo Santana, durante solenidade no Centro de Eventos. 

A premiação tem como base os resultados das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, ao final do 5º ano do ensino fundamental, a partir do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece). Esta é a primeira vez que a capital cearense tem uma unidade escolar premiada como uma das melhores do estado do Ceará. 

O município de Fortaleza, pelo segundo ano seguido, alcançou resultado desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do ensino fundamental e também foi premiado. Em 2016, o município atingiu índice de proficiência de 181,4. Esse índice era de 131,4 em 2012.
 
Outro avanço obtido por Fortaleza neste ano é que nenhuma escola municipal avaliada pelo Spaece-Alfa (2º ano) ficou entre as unidades apoiadas. 
 
Na avaliação da secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, a premiação da escola e a melhoria dos indicadores da Rede Municipal de Ensino são resultado de ações e projetos desenvolvidos para o fortalecimento da aprendizagem dos alunos, gestão e ação pedagógica, além da valorização dos professores. “O nosso objetivo é de continuar nos empenhando ainda mais com esse foco, para que outras escolas também sejam reconhecidas. Estamos no caminho certo”, afirmou a gestora.
 
Reconhecimento
Para a diretora da Escola Municipal Professor José Sobreira de Amorim, Mônica Barros, foram determinantes para a premiação ações como o acompanhamento sistemático de frequência; simulados semanais para identificar as dificuldades dos alunos; trabalhos em equipe para que os estudantes com maiores habilidades ajudem os que estão com impedimentos; além das atividades de incentivo à leitura. 
 
“Quando fomos comunicadas de que seríamos premiadas, ficamos felicíssimas e choramos - de alegria - pelo reconhecimento do nosso esforço. É um trabalho muito árduo. Esse prêmio é um marco para as outras escolas de Fortaleza, que, com certeza, seguem uma excelente linha de trabalho. Hoje a gente vê que o resultado está crescendo. Eu acredito que o fato de a Sobreira de Amorim receber esse prêmio é uma abertura para muitas escolas, que se empenharão cada vez mais e estarão aqui no próximo prêmio com certeza”, destacou.
 
A gestora também enfatizou a importância da parceria com a família. “A gente está sempre entrando em contato, solicitando ajuda, mostrando como eles podem estar incentivando e ajudando seus filhos em casa através de oficinas. Vamos continuar empenhados, pois o nosso objetivo é realmente desempenhar uma educação de qualidade para os nossos alunos, com compromisso e muita seriedade”. 
 
Conquistas
Os avanços da educação pública do município de Fortaleza estão repercutindo a partir do trabalho realizado ao longo dos últimos quatro anos, com ênfase na valorização do magistério e formação dos professores, incluindo a implantação de um terço da carga-horária para todo planejamento dos professores e também a realização de dois concursos públicos para 400 vagas para assistente da educação infantil e 1.679 vagas para professores pedagogos e especialistas. 
 
Outros pilares estratégicos são o fortalecimento da gestão - desde 2013, todos os diretores de escolas e coordenadores pedagógicos que assumem estes cargos foram submetidos a uma seleção pública, e não mais por indicação política -, e os investimentos em infraestrutura. 
 
Outra estratégia é o fortalecimento das políticas de aprendizagem em tempo integral. A rede municipal de ensino de Fortaleza conta com 21 Escolas de Tempo Integral, que atendem mais de 7 mil alunos. Antes de 2013, não havia nenhuma. A Educação em Tempo Integral também está contemplada por meio do projeto Integração, que inclui o Pró-Técnico e a parceria com a Rede Cuca, o 23º Batalhão de Caçadores, os Clubes Sociais, totalizando mais de 64 mil alunos, o que representa mais de 30,4% de toda a rede municipal.