Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Representantes da SME participam do 1º Fórum de Economia e Políticas Locais

 


 

Representantes da SME participaram do 1º Fórum Fortaleza de Economia e Políticas Locais, na manhã desta sexta-feira (23/06), promovido pela Prefeitura de Fortaleza. A secretária Dalila Saldanha, gestores e técnicos da SME, coordenadores de distritos, professores e diretores acompanharam a palestra "Um novo projeto nacional de desenvolvimento" do professor e ex-ministro Roberto Mangabeira Unger, com o prefeito Roberto Cláudio e o ex-ministro Ciro Gomes, entre outras autoridades.

No fórum, a inovação da educação de Fortaleza foi apresentada na exposição “Fortaleza: avanços da gestão”, em um painel que apresentou a experiência das escolas de tempo integral. A capital cearense, atualmente, conta com 21 ETIs - antes da gestão Roberto Cláudio, não possuía nenhuma, e foi a primeira capital brasileira a receber um laboratório do Google for Education.

Gestão pública
O 1º Fórum de Economia e Políticas Locais foi realizado no auditório da Universidade do Parlamento Cearense (Unipace), na Assembleia Legislativa. O evento foi uma oportunidade para especialistas e administradores do Município debaterem os avanços e os desafios da gestão pública. O fórum também contou com a exposição “Fortaleza: avanços da gestão”.
 

Roberto Cláudio destacou a importância de o Município realizar ações em diversas áreas para dar qualidade de vida e oportunidade a todos. “Fizemos algumas iniciativas que têm merecido o apoio e o reconhecimento da população. Na educação, o investimento mais sustentável é ofertar mais vagas nas creches e escolas, implantar o tempo integral para os jovens e, principalmente, qualificar os resultados através dos índices de avaliação. Este é o caminho mais certo para reverter a desigualdade e dar oportunidades a uma cidade como Fortaleza”, explicou o prefeito.

Além disso, Roberto Cláudio inovou no setor de micro e pequeno negócio, para estimular novos arranjos produtivos, desburocratizar a formalização e capacitar. “É um conjunto diverso de iniciativas para estruturar, dar mais qualidade de vida e preparar a cidade para o investimento”, pontuou Roberto Cláudio.

A palestra “Um novo projeto nacional de desenvolvimento” foi apresentada por Mangabeira Unger. De acordo com ele, a democratização exige mais do que dinheiro, precisa de inovação institucional. “Só a educação vai mudar e fazer o País seguir em frente. Precisamos construir um novo modelo de desenvolvimento baseado na democratização das oportunidades e capacitações. Não basta democratizar o consumo, mas sim a produção, o produtivismo e a capacitação. O Brasil tem que construir uma alternativa a partir da base municipal e Fortaleza está ajudando a abrir este caminho”, pontuou Mangabeira.

Já o ex-ministro Ciro Gomes afirmou que o Município está crescendo por conta das prioridades da atual gestão. “Fortaleza está experimentando um método novo e isso é criticamente importante na hora em que a política brasileira está colapsada. Fortaleza vive o momento em que mais investiu, na sua historia, nas áreas que o povo mais precisa: saúde e educação”, disse.