Extranet

 

[FORTALEZA] Atendimento do Bradesco aos servidores da Prefeitura segue dentro do cronograma planejado

 

O processo de ativação das contas-salário dos servidores da Prefeitura de Fortaleza para o Bradesco segue dentro do cronograma planejado na agência exclusiva montada pelo Banco no Shopping Riomar Papicu. O espaço, localizado no estacionamento (piso E7), tem capacidade para acolher até 1.600 pessoas simultaneamente, com mais de 500 boxes de atendimento e uma equipe de 700 pessoas treinadas.

Na manhã desta segunda-feira (04/11), o prefeito Roberto Cláudio visitou o local para conferir o atendimento aos servidores e aproveitou para abrir a sua conta. "O Bradesco oferece conforto e tem muito respeito com esse momento de transição. Tenho certeza de que teremos muito sucesso nessa nova parceria entre Prefeitura Municipal e Bradesco", afirmou o Prefeito, que destacou também a presteza dos funcionários do Banco.

Segundo o diretor regional do Bradesco, Marcos Boll, a instituição é habituada a fazer este tipo de transição e também já administra a folha de pagamento dos servidores do Estado. "Trouxemos quase mil funcionários e montamos uma boa estrutura. Oferemos um pacote especial com produtos e vantagens", declarou. Boll ressaltou ainda o invetimento do Banco. "Além dos benefícios aos trabalhadores, investimos alto. Um recurso que pode ser aplicado na Cidade", disse, referindo-se ao valor a ser pago, definido em um leilão, vencido pelo Bradesco com um lance de R$ 290 milhões.

A equipe do Bradesco acompanhou o prefeito Roberto Cláudio, o secretário de governo, Samuel Dias, e o chefe de gabinete, Marcelo Pinheiro, que também abriram suas contas nesta manhã. Eles conhecerem de perto o processo e receberam orientações dos funcionários.

Na agência do Shopping Riomar, os servidores podem tirar dúvidas e negociar a transição, mas com a opção de fazerem a portabilidade. Esse tem sido um dos focos da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog). "A definição da instituição financeira que administra as contas salários da Prefeitura é feita por licitação. Cumprimos a parte burocrática com transparência. Conseguimos um bom contrato, graças ao equilíbrio fiscal da Prefeitura, e agora partimos para o operacional. Tudo foi pensado com muito cuidado. Há a preocupação de que o servidor não tenha nenhum problema na hora de receber o salário, que não haja desconforto para ele", afirmou oo titular da Sepog, Philipe Nottingham.

O servidor Danilo Pereira Borges, que é técnico em enfermagem, gostou das ofertas, como isenção de taxas por cinco anos, e do atendimento prestado na agência especial. Segundo ele, quando soube da mudança de banco da Prefeitura, tomou um susto, mas ficou mais tranquilo após as explicações prestadas. 

(Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza)