Extranet

 

[OUTUBRO DOCENTE] 2ª Quarta Docente traz quarteto de professores para partilhar vivências de sala de aula

 

 

Projetos que fazem a diferença nas unidades municipais são compartilhados por professores na Quarta Docente, série de encontros com o objetivo de promover a troca de experiências entre os profissionais da Rede Municipal. O segundo encontro da edição 2019 ocorreu na tarde desta quarta-feira (16/10), no Centro Cultural Belchior. Quatro projetos foram apresentados por educadores convidados, que dividiram vivências com os demais colegas

Um dos projetos apresentados foi o “Cubo Mágico - Instrumento pedagógico para a melhoria da aprendizagem e do raciocínio lógico discente”, compartilhado pelo professor José Wedison Sampaio. Ele conta que a iniciativa tem proporcionado mudanças significativas no aprendizado dos alunos, desde o maior interesse pelos estudos até o aumento da concentração. "Essa é uma oportunidade dos professores repassarem para outros colegas experiências que dão certo e estão tendo resultados na aprendizagem dos alunos. É uma honra estar aqui e dividir essa experiência", considera.

Na avaliação da professora Karine Araújo, da Escola Municipal Liduina Leite, na Bela Vista (Distrito 3), ações como a Quarta Docente ampliam a visão dos educadores, ao trazerem projetos legais desenvolvidos na sala de aula da Rede Municipal. “Encontro como esse possibilita a gente conhecer ideias que nos estimulam e incentivam a ampliar nosso olhar. Serve como inspiração para quem participa. Eu vim compartilhar os resultados do projeto de psicomotricidade relacional, um dos que fazem a diferença na Rede Municipal”, comenta.

A técnica da Secretaria Municipal da Educação (SME), Lindalva Pereira Carmo, fez a mediação do encontro e reforçou que a iniciativa busca fortalecer a troca de experiências entre professores da Rede. "É uma satisfação conhecer esses projetos de professores comprometidos e esforçados para fazer uma escola que a gente sonha. São dedicados para tornar as escolas cada vez mais humanas, com afeto e compreensão. A escola sempre vai precisar ser um espaço de pessoas que se amam e acreditam um no outro. É fundamental para a gente acreditar no que fazemos e ter a certeza que o mundo vai ser diferente pois estamos fazendo nossa parte", acredita.