Extranet

 

Escola da Rede Municipal recebe certificação da Unesco, em Minas Gerais

 
A Escola Municipal Professora Aldaci Barbosa, localizada no bairro Edson Queiroz (Distrito de Educação 2), recebeu, nesta quarta-feira (11/08), em Ouro Preto (MG), a certificação de Escola Associada Rede PEA – Unesco. O reconhecimento aconteceu durante o Encontro Nacional do Programa de Escolas Associadas da Unesco, que acontece até a próxima sexta-feira (13/08). Representam Fortaleza no evento a secretária da Educação, Dalila Saldanha, e a diretora da escola premiada, Mônica Sampaio. No Ceará, somente os municípios de Fortaleza e Caucaia possuem escolas com essa certificação.
 
O objetivo do Encontro Nacional é proporcionar um ambiente de trocas entre os educadores da Rede PEA-UNESCO, bem como promover a formação sobre temas ligados à diversidade da Educação, como a cultura da paz, inovação e cidadania global, a educação para o desenvolvimento sustentável, povos indígenas e a preservação do patrimônio material e imaterial, entre outros. “Esse encontro é fundamental para o processo educacional. Por meio dele, a Unesco dá assistência para que a rede de escolas participantes trabalhem a cultura de paz e outros temas em suas unidades, dando uma melhor formação cidadã aos estudantes”, comenta Tales de Sá Cavalcante, coordenador da Rede PEA no Ceará.
 
O evento reúne cerca de 800 diretores e coordenadores de reconhecidas escolas públicas e privadas brasileiras, além de autoridades da UNESCO, jornalistas e representantes internacionais.

O Programa de Escolas Associadas é o braço da UNESCO nas unidades de educação básica de todo o mundo. Presente em 180 países, o programa une os esforços de 11 mil escolas espalhadas por todos os continentes. No Brasil, são mais de 500 mil alunos e, pelo menos, 30 mil professores, em 570 reconhecidas instituições de ensino das redes pública e privada. O PEA possui quase 50% de representação da Escola pública, reunindo instituições que atendem povos indígenas, remanescentes de áreas quilombolas, escolas rurais, entidades de Educação para menores privados de liberdade, bem como outras grandes escolas públicas e particulares.