Extranet

 

[SME NA BIENAL] Autora homenageada em campanha da Rede Municipal participa de bate-papo com alunos

 

Alunos da Rede Municipal conversaram e conheceram um pouco das inspirações e do processo de leitura da autora cearense Tércia Montenegro, durante bate-papo no salão da SME na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, nesta quinta-feira (22/08). A escritora é a homenageada da campanha “Leitura para a Vida, com Vida”, realizada nas unidades da Rede Municipal para fortalecer e divulgar as ações leitoras das escolas. 
 
A conversa foi mediada pela professora da Rede Municipal e também escritora Rosa Morena. No final do encontro, Tércia recebeu um exemplar de cada livro do projeto “Professor Autor: Fazendo História... Trocando Figurinhas”, publicação autoral de professores da Rede Municipal. A programação dos espaços da SME continua e segue até o encerramento da Bienal, que será domingo (25/08).
 
Para a escritora Tércia Montenegro, a leitura é o primeiro passo para a independência, além de possibilitar despertar a imaginação das crianças. "Você só entende o processo da escrita quando ler. Aprende lendo. É fundamental escrever bastante. Recomendo ter diário para escrever o que pensa, sente e gostaria que acontecesse. Escrever diário como exercício de possibilidades de escritas", comenta.

O encontro com a escritora foi descrito como um momento único para Grazielli Rabelo, aluna do 8º ano da Escola Marta dos Martins Coelho Guilherme, no Jangurussu (Distrito 6). A estudante diz que é uma oportunidade de ter contato com a produção e experiência da autora. "Geralmente a gente ler livros, mas não conhece a visão da autora nem suas inspirações. Essa é a primeira vez que venho à Bienal e foi bem legal ter esse momento com meus amigos da escola. Algumas pessoas têm uma opinião errada da leitura, pensa que é chata e entediante. Mas quando você começa a ler, se perde no tempo e esquece os problemas", comenta. 

A aluna Grazielli Rabelo, da Escola Marta dos Martins Coelho Guilherme, diz que o bate-papo foi uma oportunidade de ter contato com a produção e experiência da autora
 
Já a aluna Stephany Oliveira, do 9º ano da Escola Marta dos Martins Coelho Guilherme, diz que a história de Tércia é parecida com a dela, pois também teve bicho de estimação que significou muito. "Gostei muito do bate-papo. Minha história com a leitura começou esse ano, quando comecei a escrever no bloco de notas do celular. Agora comecei a escrever frases e poemas na no quadro da escola. Quero me dedicar mais a escrita", deseja.
 
Autora
Graduada em Letras, com mestrado em Literatura Brasileira e doutorado em Linguística, Tércia é professora adjunta da Universidade Federal do Ceará. Em 2015, realizou pós-doutorado na Université de Liège, na Bélgica. Atua ainda como fotógrafa, tendo participado de algumas exposições individuais e coletivas. Dentre outros livros de contos, escreveu "O Tempo em Estado Sólido", finalista do Prêmio Jabuti e do Prêmio Portugal Telecom. "Turismo para Cegos" é seu primeiro romance.
 
Teatro de fantoches
Ainda dentro da programação do salão da SME, os alunos conferiram o espetáculo "O Passeio".  De autoria da equipe da Inspetoria de Segurança Escolar (ISE), da Guarda Municipal de Fortaleza, a peça, encenada por fantoches, ensina crianças a entenderem sobre educação financeira, abordando temas como saúde financeira, poupança, consciência, desejo e necessidade, ostentação, valor e preço. 
 
Além de educação financeira, o teatro de bonecos da Inspetoria trabalha outras temáticas como meio ambiente, bullying, racismo e educação no trânsito. De acordo com o comandante do ISE, Subinspetor Jerônimo, “utilizar bonecos para tratar de diversos assuntos importantes  do cotidiano é uma forma lúdica e fácil de conscientizar as crianças”. Para a guarda municipal Alana Castro, o meio lúdico com o qual trabalham é forma também de aproximar as crianças  da figura do Guarda Municipal.