Extranet

 

SME encerra formação para manipuladores de alimentos com palestras e homenagens

 
 
Os manipuladores de alimentos da Rede Municipal participaram, nesta sexta-feira (05/07), da cerimônia de encerramento do curso de formação sobre alimentação escolar. A formação, realizada pela Secretaria Municipal da Educação (SME), por meio da Célula de Alimentação Escolar e em parceria com a Universidade Estadual do Ceará (UECE), reuniu profissionais da área, nutricionistas, a Gerente da Célula da Alimentação Escolar da SME, Karla Barreto; a coordenadora da Coordenadoria de Administração (Coad), Eleni Rodrigues; e estagiários da UECE. 

Durante a capacitação, promovida desde a última segunda-feira(01/07) até esta sexta-feira(05/07), os profissionais trocaram histórias sobre a temática do curso, compartilharam suas experiências e motivaram os novos manipuladores inseridos na Rede Municipal.  Na visão da nutricionista do Distrito 1, Ideliz Fontenele, a iniciativa proporcionou novas aprendizagens quanto aos cuidados necessários para garantir uma alimentação segura e de qualidade aos estudantes. "É fundamental formular uma série de medidas para que não haja riscos no preparo dos alimentos. Orientamos desde o recebimento, até o armazenamento da alimentação e todas as informações sobre o preparo e higienização", avalia. 
 
"A princípio orientamos aos manipuladores que desde o recebimento dos alimentos deve-se ao observar a validade, qualidade e integridade dos produtos embalados, in natura e orti fruti. Depois, ensinamos sobre o armazenamento dessa alimentação, bem como etiquetar, produzir ficha de prateleiras com a data da entrada e saida desses produtos e todas as informações sobre o preparo e higienização para que não haja riscos na hora de servir essas refeições para as crianças. 

O encerramento da formação contou com aula de ginasta laboral energizante, ministrada pelo professor de Educação Física, Fábio Roney. A programação seguiu com palestra proferida pela gastronôma da Associação Celbra, Ivone, tratando sobre a importância de conhecer a doença celíaca. Ainda no encerramento,  seis manipuladoras de alimentos dos Distritos de Educação foram homenageadas como referência de boas práticas na manipulação de alimentos. Na ocasião, as profissionais foram convidadas ao palco para a entrega de troféus.
 
Para Raimundinha Macêdo, manipuladora da Escola Municipal de Tempo Integral Professor José Júlio da Ponte, na Bela Vista (Distrito 3), essa condecoração marca seu amor pela carreira, reforçando sua dedicação e habilidades. "Eu tenho 2 anos e meio como manipuladora de alimentos da Rede Municipal e acredito que estou sendo reconhecida porque me empenho todos os dias, devido ao amor e carinho que eu tenho pelos alunos. Por isso, o segredo da alimentação que faço é o amor; o carinho que alimenta não só o corpo daquelas crianças, mas a alma", diz. 

"Ao logo desse tempo como manipuladora, foram muitos os reconhecimentos, mas hoje me senti muito privilegiada de fazer parte dessa equipe. Então, acredito que o diferencial do meu trabalho é o amor que eu deposito em cada criança, que é beneficiada com a alimentação que eu faço todos os dias", concorda Vera de Souza, manipuladora de alimentos há 17 anos da Rede Municipal, atuante na  Creche Sonho de Criança, localizada no bairro Jardim Cearense (Distrito 4).