Extranet

 

Voluntariado é debatido entre alunos da Rede Municipal na edição especial do Papo de Futuro

 
 
Transformar o mundo pode ser uma realidade hoje, não só um papo para o futuro. Esta reflexão foi trazida pelo palestrante Fábio Silva, presidente do Projeto Porto Social, na edição especial do Papo de Futuro, que ocorreu na tarde desta segunda-feira (29/04), no teatro da Escola de Dança e Integração Social para Criança e Adolescente (Edisca). Com o tema "Protagonismo Juvenil e Empreendedorismo Social", o também empreendedor falou para mais de 150 gremistas da Rede Municipal sobre o poder social da solidariedade, ação que pode fazer parte da vida de qualquer um de nós. Ação essa que agora ganha maior força com o Fortaleza Solidária, plataforma que será lançada na noite de hoje, com o objetivo de formar uma rede de solidariedade na capital.
 
Na abertura do evento, houve a apresentação de um ensaio aberto do espetáculo de dança "Duas Estações", do grupo de balé dos alunos da Edisca, que emocionou o público. Além da participação dos alunos, o evento contou com a presença da secretária da Educação, Dalilda Saldanha, secretário adjunto, Jefferson Maia, o coordenador das Regionais, Renato Lima, professores e diretores. 

Confira as fotos no Facebook da SME

Para Dalila Saldanha, falar sobre protagonismo juvenil e empreendedorismo social no Papo de Futuro é estimular um debate que é exigido pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). "O tema do Papo de Futuro é uma forma de engajar os estudantes nesta onda de solidariedade que vai invadir a capital com a plataforma Fortaleza Solidária. Queremos incentivar os alunos e nada melhor do que uma palestra com o Fábio, que consegue nos encantar com sua fala e reflexão", comenta a gestora. 

Na primeira edição do Papo de Futuro de 2019, o palestrante Fábio Silva, que é empreendedor social, falou que um dos problemas sociais hoje é que pouca gente realiza trabalho voluntário. Pensando nisso, ele desenvolveu uma plataforma em Recife que une todo mundo que quer ajudar a quem precisa de ajuda. E convidou todos os estudantes a fazerem parte disso. "Hoje já temos 185 mil pessoas fazendo voluntariado na plataforma. Fazer esse trabalho é mais simples do que parece. É só pensar no outro, uma atitude tão simples, mas com efeito transformar na vida do outro e na sociedade. O futuro é construído no presente, por isso precisamos começar agora", convida Fábio. 

Quem abraçou a ideia foi a aluna Isabele Cristyne da Silva Alves, do 7º ano da Escola Municipal Moura Brasil, no Moura Brasil (Distrito 1), que saiu do evento com a certeza de que pode fazer mais pelo outro. "A palestra foi demais! Acredito que todos nós saímos motivados hoje. Espero que todos vejam o que podemos fazer hoje, não pensar só no futuro. Eu saio sabendo que posso não só realizar os meus sonhos, mas ajudar outras pessoas a realizarem os seus. Vou compartilhar o que aprendi para meus colegas da escola e vê como podemos ajudar por meio da plataforma", comenta otimista.