Extranet

 

Secretária firma convênio para promover melhorias pedagógicas e estruturais em escolas

 

A secretária da Educação, Dalila Saldanha, reuniu-se, na tarde desta quinta-feira (11/04), no Gabinete da Secretaria Municipal da Educação (SME), com a diretora presidente da Delta Negócios Imobiliários, Maria das Graças Dias, com Ana Flávia Alcântara, representante da Sociedade de Ensino Superior e Fundamental (IREP) e equipe pedagógica para assinatura de cooperação técnica com o objetivo de formar equipes para a realização do Projeto Olhares Sustentáveis.

O projeto tem por objetivo promover uma integração entre instituições de ensino superior, poder público, empresas da construção civil e comunidade escolar na busca pela melhoria, cada vez mais, dos serviços da educação, fomentando conhecimentos e práticas voltadas para o desenvolvimento sustentável. De acordo com a secretária Dalila, “a parceria vai dialogar com as instituições de ensino superior, que investem em pesquisa na área de infraestrutura, buscando um diálogo com a sustentabilidade, formação cidadã e responsabilidade social”. A primeira escola que receberá as melhorias pedagógicas e estruturais será a Escola Municipal Imaculada Conceição, no Passaré (Distrito 6).

A iniciativa promoverá ainda a formação prática-teórica, neste caso, dos alunos do Centro Universitário Estácio do Ceará, além de contribuir com o poder público municipal para a realização de estudos e projetos arquitetônicos, desenvolvidos sob a orientação de professores e coordenadores de cursos envolvidos no projeto – Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis, Administração, Direito, Educação Física, Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de produção e Recursos Humanos.

“Buscaremos métodos cada vez mais sustentáveis, menos prejudiciais ao meio ambiente. A parceria consiste em conceber projetos de reforma de escolas, para atender todas as condições de infraestrutura, conforto, luminosidade, ventilação, acessibilidade, segurança, utilizando saberes atualizados de pesquisas científicas”, explica Dalila. O projeto prevê ainda atividades no contraturno e programa com a comunidade sobre sustentabilidade e valores.