Extranet

 

Prefeito Roberto Cláudio e secretária Dalila Saldanha visitam Escola de Tempo Integral de Educação Bilíngue

 

O prefeito Roberto Cláudio e a secretária da Educação, Dalila Saldanha, visitaram, na manhã desta quinta-feira (11/04), a Escola de Tempo Integral (ETI) Educação Bilíngue Francisco Suderland Bastos Mota, no bairro Itaperi. O equipamento é referência no ensino bilíngue para surdos e ouvintes, além de ser espaço de inclusão social. Dentro da agenda de visitas, o Gestor fiscalizou, também, as obras da Mini Areninha do Pan-Americano.

“Esta é a primeira escola bilíngue dirigida especificamente ao público de surdos de Fortaleza. Uma escola de tempo integral em que o aluno passa o dia inteiro e, o mais importante, é um lugar de inclusão. Uma criança que não aprende o alfabeto, que tem demora em aprender a língua dos sinais, terá dificuldade de se comunicar dentro de casa, constituir relações na família e comunidade. Terá seu ciclo educacional comprometido pela falta da oportunidade. Por isso, temos que promover a inclusão no momento certo da vida delas”, afirmou Roberto Cláudio.

Ao todo, o centro de ensino conta com 86 alunos, entre surdos, ouvintes e crianças com algum tipo de deficiência cognitiva, em turmas de Infantil IV e V, além do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Todos têm acesso à educação bilíngue, em tempo integral, que promove a formação adequada, no tempo certo, com acesso a práticas de lazer, cultura e imersão em um convívio que promove o sentido de empatia, socialização e inclusão social.

Secretária da Educação, Dalila Saldanha explicou que a escola pioneira, inaugurada em 2015, vem alcançando ótimos índices de aprendizado. “Quando ela iniciou, tínhamos o último lugar nos indicadores da alfabetização avaliado pelo Estado. Hoje, com o trabalho, corpo de professores e gestão toda especializada para a proposta pedagógica da escola, e apoio das famílias, conseguimos, em dois anos, elevar a escola ao nível desejável, com proficiência de 200, compatível com as outras escolas”, avaliou, acompanhada da diretora Marta Batista.

Jéssika de Castro, educadora da ETI Bilíngue, contou que ser professora da escola é promover uma vida de oportunidades iguais a todos. “A criança surda tem que se superar, quebrar barreiras para poder viver um mundo que tem pouca acessibilidade. Este é o segundo ano em que estou ensinando aqui e estou cada vez mais encantada. Vejo que eles se superam, que estão aprendendo tão bem quanto os ouvintes e fico maravilhada. É o retorno de um investimento, da doação do professor, de carinho e paciência”, completou.

Para dar continuidade ao ensino inclusivo, a meta é que a escola dê continuidade às séries de aprendizado de forma gradual, ano a ano, até alcançar o 9º ano, quando completam o Ensino Fundamental oferecido na Rede Municipal de Ensino.

Durante a visita, houve, ainda, a entrega de materiais esportivos do projeto Atleta Cidadão, que funcionará também na ETI Francisco Suderland Bastos Mota com um núcleo bilíngue na modalidade futsal. Alunos a partir de 8 anos terão acesso gratuito ao esporte e ao lazer, por meio de aulas na própria unidade, com orientação profissional. A iniciativa tem o objetivo de estimular a convivência social e a formação cidadã dos estudantes. Realizado pela Prefeitura de Fortaleza, o Atleta Cidadão é fruto de parceria entre a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Secel) e a Federação de Triathlon do Estado do Ceará (Fetriece).

(Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza)