Extranet

 

Secretária Dalila Saldanha recepciona os 100 professores selecionados no Edital de Boas Práticas

 
Evento contou com orientações sobre o financiamento dos projetos e lançamento da Feira Municipal de Ciências e Cultura de Fortaleza 2019
 
Os 100 professores da Rede Municipal que tiveram projetos selecionados no Edital de Financiamento de Boas Práticas participaram de evento na manhã desta terça-feira (26/03), na Seara da Ciência da Universidade Federal do Ceará (UFC). Os educadores foram recebidos pela secretária da Educação, Dalila Saldanha, e receberam orientações sobre o financiamento das iniciativas e trâmites necessários para o repasse de recursos. 
 
Também no evento, Dalila e o diretor da Seara da Ciência da UFC, Ilde Guedes, assinaram o termo de lançamento do Edital da IX Feira Municipal de Ciências e Cultura de Fortaleza, que iniciará as inscrições dia 8 de abril. A 1ª edição do livro de resumos da feira, com relatos dos 120 trabalhos dos alunos da Rede Municipal apresentados em 2018, também foi lançado na ocasião. Os 12 estudantes finalistas do ano passado, autografaram os livros durante o evento. 

>>> Confira todas as fotos no Facebook da SME >>>

O Edital de Boas Práticas é uma das ações da Secretaria Municipal da Educação (SME) para fomentar projetos pedagógicos que contribuam para a melhoria dos índices de aprendizagem de matemática e ciências. "Estas áreas ainda são um desafio para a educação básica. Estamos felizes com a realização do edital, que surgiu a partir do desejo dos professores. Juntos vamos superar essa história ainda negativa da matemática, assim como superamos a leitura e escrita e estamos evoluindo nas competências de língua portuguesa", aposta Dalila Saldanha.
 
O diretor executivo da Seara da Ciências, Iudes Guedes, enfatizou que é uma honra abrir as portas da universidade para eventos como este do Edital de Boas Práticas. "A SME está de parabéns em lançar um edital que vai resultar em um aumento significativo da qualidade dos trabalhos de iniciação científica. São oito anos de parceria com a SME e é sempre um prazer receber os estudantes da Rede Municipal", ressalta.   
 
Para encerrar o evento, houve a palestra "Iniciação Científica na Educação Básica", ministrada pelo diretor do Centro Cearense de Idioma, Daniel Rocha, idealizador do Seara Científico da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). O palestrante explicou o valor da ciência para o desenvolvimento intelectual e que o pesquisador surge na educação básica, por isso a importância de estimular a pesquisa ainda no Ensino Fundamental.   
 
 
 Estudantes finalistas da Feira de Ciências 2018 autografaram a primeira edição do livro de resumos
Edital 
O projeto "A integração do ensino de ciências para o conhecimento do corpo humano", do professor Lindauro Júnior, da Escola Monsenhor Linhares, no Amadeu Furtado (Distrito 3), é um dos 100 selecionados no Edital de Boas Práticas. A iniciativa, que envolve cerca de 35 alunos do 8º ano da unidade, além de ensinar ciências de forma inovadora, tem como objetivo valorizar o corpo humano e prevenir o bullying no ambiente escolar. 
 
"O financiamento do edital vai possibilitar que a gente adquira materiais para auxiliar no projeto, para termos aulas mais atrativas. Tenho certeza que com este apoio da SME o projeto vai ganhar outra vida e vai fazer a diferença na vida dos alunos", acredita Lindauro. 
 
O Edital de Financiamento de Boas Práticas selecionou 100 projetos de professores da Rede Municipal - no total, 76 escolas foram contempladas. A iniciativa teve por objetivo selecionar projetos inovadores nos componentes curriculares de matemática e ciências, que buscasse fortalecer o processo de aprendizagem dos estudantes. Ao todo, foram mais de 200 projetos analisados pela comissão externa de avaliação, composta por professores da Universidade Federal do Ceará (UFC), Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e Universidade Estadual do Ceará (UECE).
 

Livro
Um dos trabalhos descritos na 1ª edição do livro de resumos da Feira Municipal de Ciências e Cultura de 2018 é a “Geladeira Sustentável Movida a Energia Éolica”, dos alunos Claudiney Dutra e Daniel Roberto. A dupla, que estudava na Escola de Tempo Integral (ETI) Nossa Senhora de Fátima, no Álvaro Weyne (Distrito 1), foi o primeiro lugar da edição e hoje são bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

"Foram muitas pesquisas e testes para a realização do trabalho. Não só apresentamos, vivenciamos a pesquisa. Tínhamos um sonho e trabalhamos para alcançar. A maior gratificação não foi a primeira colocação da feira, mas toda a experiência. Hoje somos nós no palco, mas amanhã pode ser qualquer um aluno que supere seus limites", acredita Claudiney Dutra, atualmente aluno do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).