Extranet

 

Prefeito Roberto Cláudio visita Escola Jornalista Durval Aires e obras da Escola em Tempo Integral do Planalto Ayrton Senna

 
 
 
O prefeito Roberto Cláudio visitou, na manhã desta segunda-feira (11/03), a Escola Municipal Jornalista Durval Aires, um dos cinco equipamentos absorvidos pela Rede de Educação de Fortaleza com a nova delimitação territorial entre a Capital e o município de Maracanaú. A atividade ocorre de acordo com a publicação da Lei de nº 16.821 de 9 de janeiro de 2019 e do Termo de Ajuste de Divisas do Projeto Atlas de Divisas Georreferenciadas dos Municípios Cearenses, que estabelece novos limites espaciais entre os municípios cearenses. Ainda dentro da programação matinal, o Gestor aproveitou para fiscalizar as obras da Escola em Tempo Integral do Planalto Ayrton Senna.
 
“Estamos nessa área que se chama Cidade Nova. Ela fazia parte do município de Maracanaú e, desde o começo do ano, uma nova Lei prevê que progressivamente a gente incorpore os serviços municipais dela aos de Fortaleza. Já em 2019, seu primeiro ano, incorporamos quatro escolas e um antigo anexo. São mais de 2.100 novos alunos que passam a integrar a rede municipal de Fortaleza”, afirmou o Prefeito da Capital.
 
Para bem servir os novos alunos, Roberto Cláudio verificou espaços e serviços ofertados no centro de ensino, com o intuito de manter o padrão dos demais equipamentos da Educação de Fortaleza. “O desafio é garantir que essas escolas que entram na nossa rede tenham o mesmo padrão de supervisão, acompanhamento, avaliação e de resultados, pois garantimos que esses jovens realizem seus sonhos, tenham autonomia, aprendizado e acesso a oportunidades”, completou.
 

Dalila Saldanha, secretária da Educação, explicou o processo de ampliação, lembrando que, ao todo, serão incorporadas nove escolas ao parque de Fortaleza, sendo cinco este ano. "Conseguimos reorganizar a rede, com a colaboração dos pais, e estamos com quatro escolas funcionando completamente. As demais serão incorporadas em 2020, quando também passaremos duas nossas para Maracanaú”, declarou.

 
Diretor há 14 anos da Escola Jornalista Durval Aires, Edmar Alves disse estar contente com a nova gestão, e que os alunos já contam com aulas normalmente. “Nós já estávamos aguardando essa mudança. Quando fomos informados, nos organizamos com tombamento e documentação para deixar tudo certo. Agora todos os alunos estão sendo atendidos”.
Fortaleza investirá, só com esses cinco novos equipamentos, R$ 14 milhões, arcando com pagamentos e custeio de professores, servidores, merenda e material escolar, luz, água, entre outros.
 

Visita às obras da Escola em Tempo Integral do Planalto Ayrton Senna

Dentro das atividades desta manhã (11/03), Roberto Cláudio aproveitou para visitar as obras da Escola em Tempo Integral (ETI) do Planalto Ayrton Senna. “Essa é uma escola completamente nova, construída do chão, com infraestrutura comparada com qualquer escola particular de Fortaleza. Nela, o aluno entrará pela manhã e saíra ao fim do dia, fazendo três refeições, tendo oportunidade de laboratórios de ciências, física e matemática e salas de informática. Um novo mundo de desenvolvimento e oportunidades”, contou o Gestor.
 
O novo equipamento, que atenderá alunos do 5º ao 9º ano, tem investimento total de R$ 9,5 milhões e área total de 4.800,00 m². Dispõe de secretaria, biblioteca, cozinha, refeitório, coordenação pedagógica e coordenação de área, sala do professor diretor de turma, diretoria, auditório, sala dos professores, pátio com projeto paisagístico, ginásio com quadra poliesportiva coberta e vestiários, além de seis salas de aulas temáticas e seis laboratórios.
 
Manuela Nogueira, secretária da Infraestrutura, compartilhou que a expectativa é, que já no próximo semestre, as aulas sejam iniciadas no local. “Estamos em fase final de obras. Em mais dois meses passamos para a Secretaria de Educação para equipar, realizar matrículas e serviços de atendimento à comunidade para que, em agosto, no segundo semestre do ano letivo, já inicie as aulas”, completou.
 
Além dessa ETI, a Capital conta com mais outras quatro em obras, sendo elas as do Siqueira, Conjunto Ceará, Curió e Vila Velha. Além dessas, a expectativa é que um novo pacote de escolas em tempo integral saia no segundo semestre para atender as áreas mais vulneráveis da Cidade.
 
Hoje, Fortaleza conta com um terço de todas as matrículas municipais na modalidade tempo integral e, com esses novos estímulos, a expectativa é chegar a 40% até o fim de 2020.