Extranet

 

Primeira reunião do colegiado de 2019 discute projetos e desafios do ano letivo

 
Projetos, investimentos e desafios para o ano que inicia foram abordados na primeira reunião do colegiado de diretores de 2019, que ocorreu na tarde desta terça-feira (19/02), no Auditório da Vice-Governadoria, no Meireles. 
 
Na abertura do encontro, foi apresentado o Projeto Auditor Aprendiz, iniciativa da Controladoria Geral do Município (CGM), em parceria com a Secretaria Municipal da Educação (SME), cujo objetivo é desmistificar o que é auditoria, engajando os alunos participantes e, assim, fortalecendo o protagonismo juvenil nas escolas. O projeto tem previsão de ser implantado no primeiro semestre do ano, inicialmente, em 10 escolas da Rede Municipal.

<<< Confira mais fotos da reunião no Facebook da SME >>>

Outro projeto apresentado foi o piloto do aplicativo de avaliação dos serviços ofertados pela SME à comunidade escolar. O objetivo é fortalecer a gestão participativa, por meio da escuta de quem faz parte da Educação de Fortaleza. O aplicativo será lançado em março com a participação de 30 escolas e, em abril, será expandido para todas as unidades da Rede Municipal. Os diretores do colegiado podem enviar contribuições e ideias de nome do app até na próxima sexta-feira (22/02), por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..
 
A secretária da Educação, Dalila Saldanha, apresentou para o colegiado de diretores os resultados de Fortaleza no Censo Escolar 2018, que reconhece o crescimento da capital cearense, que se mantém como a quarta maior rede do Brasil em número de matrículas e 1ª do Nordeste. A gestora chamou a atenção para os próximos desafios e a importância de se manter os resultados.
 
"Muito bom se encontrar neste início do ano para celebrar o crescimento e ouvir o colegiado. Iniciamos o ano com indicativos superados no Censo Escolar, são números que nos alegram e nos desafiam. Agradeço o compromisso de todos. A vitória é resultado de um esforço e mobilização de equipe. Temos muito o que comemorar, mas sempre devemos olhar a caminhada, pois temos muito a conquistar", reforça a gestora, que destacou também os resultados preliminares do Spaece 2018 e os programas de fortalecimento da aprendizagem.
 
Os resultados de Fortaleza no Censo Escolar 2018 também foram apresentados ao colegiado
 
Para a diretora Sandra Araripe, da Escola Municipal Demócrito Rocha, na Messejana (Distrito 6), o colegiado é uma oportunidade de trazer demandas dos gestores e de ser informada pela SME. A primeira reunião do ano, na visão dela, trouxe novidades importantes para o trabalho dos diretores. "Um dos pontos importante foi o aplicativo de avaliação, sem dúvida, será um diferencial e mais um indicativo para somar no trabalho. O Projeto Auditor Aprendiz é fantástico. Na escola, trabalhamos com grêmio estudantil, mas acredito que a iniciativa vai nos dar um direcionamento e fortalecer esse trabalho”, comenta. 
 
Na avaliação da diretora Andreia Freitas, da Escola Municipal Mozart Pinto, no Jardim América (Distrito 4), a primeira reunião do ano teve como ponto alto o resultado do Censo Escolar 2018, que confirma o crescimento da Rede Municipal. “Os dados do Censo nos dão um panorama da Rede. Foram resultados maravilhosos e espero que o crescimento continue! Acredito que o trabalho coletivo faz todas as escolas crescerem juntas e o colegiado fortalece isso“, opina. 
 
Na primeira reunião do colegiado de 2019, participaram também a secretária da Controladoria Geral do Município (CGM), Luciana Lobo, e a coordenadora de Transparência, Juliana Brauner, além de coordenadores e técnicos de ensino da SME.