Extranet

 

Salão Outubro Docente - abertura conta com palestra "Saberes Docentes e Autonomia do Professor"

 

 

 

A docência se funda na prática diária, então é de se imaginar o volume de experiências desenvolvidas no cotidiano escolar. Com a proposta de dar visibilidade aos trabalhos inovadores dos professores da Rede Municipal, teve início o Salão Outubro Docente, que integra a programação do mês do professor. A cerimônia de abertura da edição 2018 ocorreu na manhã desta quarta-feira (17/10), na Unipace. A exposição segue nesta quinta-feira (18/10), de 8h às 16h.
 
No evento de abertura, houve a palestra "Saberes Docentes e Autonomia do Professor", ministrada pelo professor Casimiro Campos, doutor em Educação, que apresentou um panorama histórico da sociedade, as características do atual cenário digital e promoveu debates sobre experiências e práticas docentes, baseados no trabalho cotidiano e no conhecimento adquirido no convívio escolar.   
 

>>> Confira galeria de imagens da abertura no Facebook da SME <<<

 
O Salão Outubro Docente expõe trabalhos e experiências de professores selecionadas no Edital "Projeto Professor Autor: Fazendo História... Trocando Figurinhas" 2018, que, inclusive, culminou em dois volumes da Coleção “Magistério Municipal de Fortaleza em Destaque”, com 63 trabalhos selecionados - o dobro de relatos se comparado à primeira edição em 2017. Além da exposição em salas temáticas, há espaços de leitura e convivência para os professores.   
 
A secretária Dalila Saldanha participou da cerimônia de abertura e agradeceu a participação e o engajamento dos professores, fundamentais para o sucesso do Salão. " É um evento preparado por vocês e para vocês. A maior relevância é o fato de estar sendo protagonizado pelos professores.  Temos um espaço de apresentação dos excelentes trabalhos e de troca de experiências, e até de inspiração pelas práticas inovadoras", fortaleceu.
 
Também presente à abertura, o secretário adjunto, Jefferson Maia, celebrou o crescimento do Salão Outubro Docente, que, nesta edição 2018, supera as expectativas da SME. "Dobramos o número de inscritos e a quantidade de livros. A proposta era uma publicação, mas, pela quantidade de trabalhos, foram dois volumes. O Salão Outubro Docente veio para ficar. É satisfatório para a SME ter uma ação como essa. O resultado desta edição é porque a Rede deu as mãos e enfrentou desafios. Esperamos que todos saiam renovados e inspirados do evento", estimou.
 
Aprendizados
A professora Maria Ivaneida Lima Gadelha, da Escola Municipal Virgílio Távora, no Cristo Redentor (Distrito 1), participou pela segunda vez do Salão Outubro Docente e considera o evento uma maneira de instigar os demais professores a mostrarem seus trabalhos. "Compreendo que esta é uma forma de mostrar o valor do professor de escola pública, pois muita gente não acredita que tem esse profissional desenvolvendo projetos inovadores. E na exposição vemos a quantidade de bons trabalhos feitos na sala de aula. É uma forma também de levantar a autoestima dos professores", avalia.
 
Em forma de poema, o professor Djacy Silva de Sousa, da Escola Municipal 11 de Agosto, no Jardim Iracema (Distrito 3), descreve a experiência de participar do Outubro Docente. Confira abaixo uma parte do poema, que também é uma homenagem aos profissionais da Rede pelo Dia do Professor:
 
"Outubro Docente é uma grande oportunidade 
de cada ser vivente mostrar para a sociedade 
seu trabalho importante que ficará para a prosperidade.
 
Cada professor é agente de cidadania 
educando com amor e com maestria 
ele pode fazer a educação toda hora, todo dia.
 
Outubro Docente oportuniza a vida
porque cada ação permanente vai assim ser vivida
e tudo vai acontecer de uma maneira muito querida.
 
O professor não é apenas um instrumento de docência
ele é o executor da mais pura ciência
e isso se faz se tiver vida em latência.
 
Professor e aluno são capaz de mudar a vida
na certeza de que tudo pode ser a oportunidade gerida 
com força e educação estaremos gerando a boa vida."