Extranet

 

Prefeitura de Fortaleza lança livro 'Fim da Picada' desenvolvido na EM Jesus Cristo

 
 
Foi lançado nesta sexta-feira (24/08) o livro "Fim da Picada", resultado do trabalho realizado na Escola Municipal Jesus Cristo, no bairro Jardim Iracema, pela professora Maria Liduina Vasconcelos de Brito junto aos alunos do 5º ano da unidade. O lançamento ocorreu durante reunião de Comitê de Enfrentamento às Arboviroses, no Paço Municipal, com a participação do prefeito Roberto Cláudio e da secretária da Educação, Dalila Saldanha.
 
 
A publicação tem como objetivo fortalecer a conscientização para o combate às arboviroses e promover o protagonismo e a cidadania junto aos estudantes. "Nossa escola participou do Selo Escola Amiga da Saúde, e trabalhamos produções textuais com essa temática em sala. Os alunos fizeram a dramatização, se apresentaram para outras turmas e se transformaram em multiplicadores do conhecimento também na comunidade, nas famílias. No ano passado, tivemos muitos alunos doentes no período de abril e maio. Já esse ano, não. Então acreditamos que houve êxito", celebra a professora Liduina.
 
Durante o evento, a secretária Dalila Saldanha fortaleceu a participação da Secretaria Municipal da Educação no esforço para que a pasta permaneça envolvida, desenvolvendo estratégias para combate o mosquito.
 
Levi Sales, de 11 anos, aluno do 5º ano que participou do projeto, contou que mudou a forma de agir para prevenção das arboviroses. “Essa experiência foi muito boa, pois aprendemos o que fazer para matar o mosquito, para que possamos proteger nossas famílias e ensinar nossos amigos. Agora, vamos continuar atentos combatendo o mosquito, não podemos deixar de ter cuidado, pois ele só espera uma oportunidade”, completou.
 
várias pessoas numa mesa
 
Ações da Prefeitura
No evento, o prefeito Roberto Cláudio apresentou os principais resultados obtidos pelo Plano de Combate às Arboviroses no ano de 2018. Os trabalhos desenvolvidos pela gestão possibilitaram uma redução de 95% dos casos de dengue e chikungunya em Fortaleza neste período. O gestor aproveitou ainda para anunciar as atividades de enfrentamento a essas doenças em 2019. “Estamos aqui para celebrar uma conquista, mas também para dizer que tem muito a ser feito até 2019. Que se dermos uma cochilada a dengue e a chikungunya voltam. Conseguimos uma redução muito significativa, mas o que vai fazer com que a gente mantenha esse resultado é não abrimos a guarda, vamos continuar trabalhando com o mesmo engajamento”, afirmou o Gestor.
 
Roberto Cláudio lembrou também que a Prefeitura já inicia agora os trabalhos de prevenção das arboviroses para o próximo ano. “Hoje estamos lançando as ações para o ciclo de inverno de 2019. Vamos continuar com as atividades mensais do Comitê, a mobilização e ações de educação, o trabalho dos agentes de endemias e o acompanhamento dos números e indicadores epidemiológicos ao longo do segundo semestre de 2018. Começamos a trabalhar agora para não termos que correr atrás do prejuízo no começo do próximo ano”, declarou.
 
Graças aos trabalhos realizados pela Gestão, Fortaleza conseguiu redução drástica no número de casos dessas enfermidades em 2018. Em 2017, foram registrados 13.549 casos de dengue e 61.708 de chikungunya. Já neste ano, foram 815 de dengue e 468 casos de Chikungunya, redução de 95% no mesmo período.
 
Joana Maciel, secretária da Saúde, lembrou que a redução demonstra os grandes esforços realizados, que devem ser mantidos para o próximo ano. “Mantivemos essas reuniões ao longo de todo o ano de 2017 e 2018 e estamos colhendo os frutos de um trabalho integrado, inclusive premiado no Congresso Brasileiro de Secretários Municipais de Saúde, que aconteceu em Belém. Hoje, celebramos os resultados positivos e planejamos as ações para o segundo semestre de 2018 e para o ano de 2019. Estamos com ações de diversas secretarias, pois entendemos que combater o mosquito é uma questão que vai além dos muros da saúde”, completou.
 
Por meio de diversas atividades intersetoriais da Prefeitura, foi possível realizar 1.245.334 visitas domiciliares de prevenção e combate, eliminar 35.485 focos de mosquitos, 16.174 Inspeções de imóveis, realizar 1.753 batidas de foco de demanda da população.
 
Foram 48 toneladas de lixo retiradas pela operação Quintal Limpo, 654 Toneladas de pneus recolhidos, 2.848 palestras e 22.804 ações educativas, entre outros. Foram desenvolvidas sensibilizações em 540 escolas, atingindo 13 mil professores e 212 mil alunos da rede municipal.
 
(Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza)