Extranet

 

Escolas do Distrito 5 participam da segunda edição do Papo de Futuro em 2018

 

A Secretaria Municipal da Educação (SME) realizou, na manhã desta segunda-feira (25/06), no Centro Cultural Bom Jardim, a segunda edição do “Papo de Futuro” em 2018. O encontro, que acontece desde o ano passado, desta vez reuniu escolas do Distrito de Educação 5 e trouxe alunos gremistas com o propósito de representar as unidades escolares em que estudam.

Na abertura do evento, os estudantes foram ouvidos e apoiados por representantes escolares e pelo gerente da Célula de Fortalecimento da Autonomia Escolar, Geraldo Magela. Ele apresentou as metas desempenhadas pela pasta e incentivou a participação política dos estudantes, com o propósito de promover um diálogo democrático com o sistema da Rede Municipal de Ensino, no qual os alunos possam se reconhecer enquanto protagonistas juvenis.

Em seguida, houve a participação da secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, que parabenizou os estudantes pela iniciativa de pautarem assuntos pertinentes à educação. 

A aluna Sarah Santos, 14 anos, do 9° ano da Escola Municipal Santos Dumont, destacou as contribuições positivas que o grêmio estudantil trouxe para o ambiente escolar e que são imprescindíveis para a formação política e cidadã dos estudantes. "O grêmio é uma ação nova na minha escola, foi implantado no começo desse ano e já fez muita diferença. Antes não tínhamos muita relação nem com os pais dos estudantes e nem com os alunos. Com a criação do grêmio, esse diálogo facilitou bastante. Hoje temos reuniões mensais e debates onde organizamos todas as festividades e investimentos relacionados à questão de estrutura da escola”, explica.

Para o aluno do 9° ano da ETI Maria José Ferreira Gomes, Denilson Rodrigues, o momento é uma oportunidade de expor e colocar em construção todas as ideias necessárias para melhorar a ambiência pedagógica das unidades educacionais "Na nossa escola temos aulas de protagonismo juvenil e de formação cidadã, para que a gente consiga construir um futuro de qualidade, em que a educação seja a base do nosso aprendizado. Os nossos professores nos ensinam sempre os três pilares fundamentais para exercer a cidadania, que é ser autônomo, competente e solidário e, acima de tudo, ser responsável com as ações que a gente queira desenvolver", diz.

O Projeto

O principal objetivo do “Papo de Futuro” é incentivar a participação política dos estudantes, que estão engajados em projetos de cunho social, político e cultural nas escolas, se preocupando por incentivar a colaboração participativa dos alunos frente ao sistema público de ensino, no sentido de horizontalizar e exercitar esses diálogos que possibilitam o protagonismo juvenil.