Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Escolas do Distrito de Educação 6 participam do primeiro encontro do "Papo de Futuro" em 2018

 

A Secretaria Municipal da Educação (SME) realizou, na manhã desta segunda-feira (09/04), no Horto Florestal Municipal Falconete Fialho, o primeiro encontro do “Papo de Futuro” em 2018. A ação, que acontece desde o ano passado, desta vez reuniu escolas do Distrito de Educação 6 e trouxe como novidade a participação de alunos não gremistas, que têm a intenção de implantar grêmios nas unidades em que estudam.

Os estudantes foram acolhidos por representantes escolares e pela coordenadora de Gestão Escolar da SME, Lucidalva Barcelar, que apresentou as metas desempenhadas pela pasta e os projetos em que os alunos se destacam por serem porta-voz do processo de ensino-aprendizagem. Em seguida, participaram de uma roda de conversa com a secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, que ouviu e registrou todas as demandas solicitadas.

Em sua fala, Dalila ressaltou a satisfação e a gratidão com os resultados do projeto “Papo de Futuro, que se mostram por meio das falas dos estudantes. “É de suma importância para a Gestão receber esse feedback vindo diretamente das escolas, pois precisamos saber se as competências e as habilidades estão sendo bem aplicadas e desenvolvidas. “Não deixem a energia cair, pois é através desse exército, formado na comunidade e na escola, que trazemos mudanças”, destacou a secretária.

Ítalo Santos, 17 anos, aluno do 9° ano da Escola de Tempo Integral José de Carvalho, destacou vários projetos que estão sendo desempenhados dentro do ambiente escolar e que são fundamentais na melhoria do desempenho da aprendizagem. São eles: Mais Educação, Projeto Liderança, Feira de Ciências e o Programa Pró-Técnico. “Sou líder do grêmio estudantil da minha escola, e todas as decisões de se realizar os projetos são tomadas coletivamente, porque entendemos que juntos nos tornamos jovens multiplicadores comprometidos com um futuro melhor”, pontuou.

A aluna do 8° ano da Escola Francisca Oriá Serpa, Érica, encara o momento como importante para os alunos que se preocupam em aprender, pois, segundo ela, o espaço estreita os laços de amizades e melhora a convivência na escola, o que só acontece quando existe representatividade por parte dos alunos. “Momentos como esses, que vão além dos muros das escolas, são importantes, pois transcendem todas as fronteiras e fazem com que valorizemos a educação, que é a base da segurança, da saúde, da cultura e da política nacional”, pontuou.

O Projeto

O principal objetivo do “Papo de Futuro” é incentivar a participação política dos estudantes, que estão engajados em projetos de cunho social, político e cultural nas escolas, se preocupando por incentivar a colaboração participativa dos alunos frente ao sistema público de ensino, no sentido de horizontalizar e exercitar esses diálogos que possibilitam o protagonismo juvenil.