Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Projeto Integração 2018 deve beneficiar 1.500 alunos da Rede Municipal de Ensino

 
 
A Prefeitura de Fortaleza lançou, nesta segunda-feira (02/04), no teatro do Cuca Mondubim, o Projeto Integração em 2018. A iniciativa se dá por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME) e da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude. Este é o quarto ano do projeto, que começou com a adesão de 300 jovens. A expectativa para este ano é que pelo menos 1.500 alunos do 9º ano sejam beneficiados em 22 escolas municipais.
 
Haverá atividades no contraturno escolar nos três Cucas, nos Clubes Sociais de Fortaleza, e também por meio de parcerias com a Faculdade Integrada da Grande Fortaleza, Junior Achievement Ceará, 23º Batalhão de Caçadores, Centro Cultural e ABC do Bom Jardim. “Além de garantir a jornada no tempo integral com reforço disciplinar e esportes, o projeto melhora o desenvolvimento escolar e dá oportunidade de descobrir novos talentos e um novo mundo para esses jovens”, destacou o secretário adjunto da Educação de Fortaleza, Jefferson Maia.
 
A ação oferece aulas de português, matemática e projeto de vida, além de atividades esportivas e culturais, como natação, dança, teatro, música, informática, caratê, judô, jiu-jitsu, treinamento funcional, handebol, voleibol, futsal, audiovisual e fotografia. “Eu fiz parte do primeiro ano do projeto e, no início, foi difícil de me adaptar porque a rotina era puxada e, antes, eu passava o dia dormindo em casa. Eu fazia natação, dança e as aulas de reforço. Foi a melhor escolha da minha vida”, disse a estudante Talita Ribeiro, que hoje faz Nutrição na escola profissionalizante Darci Ribeiro.
 
O desempenho dos alunos é acompanhado de perto pelo corpo docente das escolas. A diretora da ETI Professor José Júlio da Ponte, localizada no Bairro Bela Vista (Regional III), Cleonice Brito, assistiu a apresentação dos alunos e ficou emocionada com o resultado. “Eles ganharam uma postura diferenciada, têm autonomia e respeitam regras. O projeto é uma construção coletiva para a formação integral e um cidadão de Fortaleza”, destacou.
 
A Rede Cuca é uma das principais parceiras do Projeto Integração. Mais de 15 atividades são desenvolvidas com os alunos da Rede Municipal de Ensino nas unidades do Mondubim, Jangurussu e Barra do Ceará. “A gente percebe que o rendimento dos alunos é outro, a satisfação da família, também. É a formação completa dos nossos jovens para que eles possam contribuir com a Cidade de uma forma mais ativa”, pontuou o coordenador de Juventude de Fortaleza, Júlio Brizzi.
 
  
 
  
 
  
 
(Com informações do Portal da Prefeitura)