Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Prefeito Roberto Cláudio propõe ampliar escola de tempo integral em reunião sobre segurança pública com presidente da República

 

Reunião

O prefeito Roberto Cláudio participou, nesta quarta-feira (07/03), em Brasília, de reunião dos prefeitos de capitais com o presidente da República, Michel Temer. Durante o encontro, do qual participaram 21 prefeitos de capitais, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann; além do ministro da Justiça, Torquato Jardim, foi anunciada linha de crédito para investimentos do Governo Federal no âmbito da segurança pública para os municípios. A partir da abertura de crédito equivalente a R$ 10 bilhões, serão reforçadas ações preventivas e de combate à violência.

Na ocasião, o prefeito Roberto Cláudio apresentou a iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, denominada Célula de Proteção Comunitária. A política preventiva, em implantação em áreas vulneráveis da Capital, deverá ser expandida a partir da liberação de crédito proveniente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).

“A partir deste plano municipal, nós identificamos áreas com grande incidência de violência e delimitamos territórios vulneráveis, compreendidos por 14 quarteirões quadrados, em que a gente implanta câmeras de vigilância em locais estratégicos, uma torre que concentra as imagens e funciona como a base territorial da área, além de um efetivo de 40 Guardas Municipais que vão fazer um patrulhamento aleatório, em horários distintos, além de um aplicativo para denúncias anônimas e seguras. Essa primeira experiência foi implantada no Jangurussu. Tão logo o crédito seja disponibilizado, nós vamos apresentar a proposta do Município de Fortaleza para a ampliação desta política para outras áreas, além daquelas que já havíamos definido inicialmente”, adiantou o prefeito Roberto Claudio.

Ações intersetoriais desenvolvidas pela Prefeitura de Fortaleza na perspectiva também foram postas em pauta. Os investimentos em educação em tempo integral foram defendidos pelo prefeito de Fortaleza como importantes aliados do combate à violência nos municípios brasileiros. “80% dos homicídios nas cidades do Brasil envolvem jovens de 10 a 30 anos como vítimas ou autores. Um estudo realizado pelo Unicef apontou que 70% dos jovens envolvidos em homicídios de 14 a 19 anos de idade já estavam, há dois anos, fora da Escola. Nossa proposta é de que a Presidência da República possa dar o mesmo incentivo que é dado aos Governos Estaduais para manter jovens em tempo integral, oferecendo incentivo para as últimas séries do Ensino Fundamental, onde a evasão é mais frequente e onde o tempo integral cumprirá um papel educacional e social”, considerou.

No próximo dia 21 de março, o prefeito Roberto Cláudio cumprirá nova agenda em Brasília, em reunião que apresentará a definição de critérios do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) para a liberação do crédito. Na ocasião, a partir da avaliação das propostas expostas pelos prefeitos, haverá o anúncio de quais serão implantadas como apoio às ações municipais.

(Com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza)