Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Secretária Dalila Saldanha participa do Seminário Fortaleza na Proteção Integral de Crianças e Adolescentes

 

prefeito roberto cláudio

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e a primeira-dama do Município, Carol Bezerra, participaram na manhã desta segunda-feira (11/12), do Seminário Fortaleza na Proteção Integral de Crianças e Adolescentes, realizado no Centro Cultural Belchior. A secretária da Educação, Dalila Saldanha, esteve presente e, no período da tarde, apresentou as contribuições, projetos e ações da pasta para garantir a proteção das crianças e adolescentes de Fortaleza.

"Os conselheiros tutelares são importantes parceiros nesta nossa grandiosa e nobre missão na adoção de políticas de proteção integral das nossas crianças e adolescentes. Nosso agradecimento, também, a todas as equipes que colaboraram e ainda aos que estiveram presentes no seminário", afirmou Dalila, acompanhada de coordenadores dos Distritos de Educação e representantes da Secretaria Municipal da Educação (SME).

Na apresentação, a titular da SME abordou os investimentos da gestão municipal, a evolução na matrícula e equipamentos de Educação Infantil e a expansão na educação de Tempo Integral na Rede Municipal de Fortaleza.  

Seminário
O Seminário teve como objetivo integrar e conhecer os trabalhos dos conselheiros tutelares da Capital e secretários municipais, além de elencar demandas para a melhoria no atendimento às crianças e adolescentes em situação vulnerável em Fortaleza para o cumprimento da Lei Federal 13.431/2017, que normatiza mecanismos para prevenir a violência contra menores, assim como estabelece medidas de proteção e procedimentos para tomada de depoimentos. “Aqui, será possível conhecer e entender o papel de cada um para que possamos planejar políticas públicas integradas e mais eficazes, especialmente nas áreas de saúde, educação e família, envolvendo as crianças e os adolescentes da nossa Cidade”, afirmou o Prefeito.

Pela nova Lei, qualquer pessoa que tiver conhecimento ou presencie ação ou omissão que constitua violência contra criança ou adolescente tem o dever de comunicar o fato imediatamente ao serviço de recebimento e monitoramento de denúncias, ao Conselho Tutelar ou à autoridade policial.

A programação contou com a participação de Itamar Gonçalves e Benedito dos Santos, representantes da Childhoob Brasil, entidade que trabalha a pauta de proteção da infância e da adolescência em todo o País. Eles apresentaram um modelo de centro integrado de atendimento de crianças e adolescentes vítimas de abusos ou violência sexual. “Temos grandes possibilidades de trazer um centro especializado para Fortaleza. Pouparemos crianças de recontar seus depoimentos de forma repetitiva e dolorosa, além de cuidar delas com carinho e longe dos traumas causados pela violência sexual e doméstica”, destacou Carol Bezerra, que também é articuladora do Plano Municipal pela Primeira Infância (PMPIF).

Para Itamar Gonçalves, “Fortaleza sai na frente ao se preocupar em discutir a nova lei, que nem entrou em vigor, com os conselheiros tutelares. Eles é que estão na ponta dessa estrutura, ouvindo e acolhendo as crianças. Trabalhar isso nos municípios do Brasil é um grande desafio e esse novo tipo de atendimento merece atenção redobrada”.

Além dos debates sobre a nova lei e o papel dos conselhos tutelares, o evento tratou de um planejamento estratégico das ações dos conselhos até 2020 e da formação do Comitê da Infância e Adolescente para monitorar o fluxo dos encaminhamentos. (com informações do Portal da Prefeitura de Fortaleza)