Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Gestores da Segurança Pública e da Educação se reúnem para traçar novas ações no ambiente escolar

 
 
A segurança de crianças e adolescentes no ambiente escolar é um dos assuntos que têm sido priorizados pelas Forças de Segurança do Estado. Para fortalecer as ações policiais desenvolvidas no entorno de instituições de ensino situadas na Capital e na Região Metropolitana, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, se reuniu com alguns comandantes e com os titulares das Secretarias Municipal de Educação (SME) de Fortaleza, Dalila Saldanha, e da Educação do Estado do Ceará (Seduc), Idilvan Alencar, nesta tarde (23), na sede da SSPDS. “Precisamos estreitar as relações de confiança entre os profissionais da segurança e da educação para, assim, alcançarmos novos resultados”, destaca o gestor da SSPDS. 
 
O encontro, que contou ainda com a presença do secretário adjunto da pasta da Segurança, Alexandre Ávila, dos comandantes das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e de representantes de Áreas Integradas de Segurança (AIS) de Fortaleza e RMF, objetivou a abertura de um diálogo mais aproximado entre os agentes e os educadores da rede pública de ensino. “Vamos ter reuniões sistemáticas para avaliar o território por local e pensar, em conjunto, ações voltadas para as escolas. Proteger as escolas é proteger a juventude cearense”, fala o titular da Seduc, Idilvan Alencar. Ele ainda diz que seu objetivo é estreitar parcerias, ressaltando que gostou muito da reunião. “Foi muito produtiva. O André se prontificou em nos ajudar e estou saindo muito otimista”, frisa. 
 
Neste primeiro encontro, os policiais ouviram as pontuações dos gestores educacionais, com alguns pontos diagnosticados e um prévio mapeamento dos locais com maior incidência de delitos. André Costa explica que, após um levantamento inicial das ocorrências mais comuns em determinadas escolas, novas estratégias serão traçadas. “A gente pode antecipar a implantação de uma patrulha escolar para se estabelecer essa aproximação cotidiana”, propôs o secretário, ao sugerir a introdução de uma patrulha escolar nos pontos considerados mais críticos. O trabalho já é feito dentro das Unidades Integradas de Segurança (Unisegs) 1, 2 e 3 – implantadas em Fortaleza. 
 
Ao todo, em Fortaleza existem 538 escolas municipais e cerca de 230 estaduais. Para fortalecer o policiamento realizado no entorno das instituições, a SSPDS aguarda, agora, um diagnóstico que será entregue pelos respectivos gestores dos órgãos com indicadores sobre os pontos considerados mais críticos, no que se refere à segurança no ambiente escolar. “O nosso objetivo é construir uma rede de apoio e proteção às nossas crianças e às nossas escolas. A gente espera se aproximar mais da Polícia para buscar a segurança de o pai poder deixar o seu filho na escola e de o professor e o diretor irem para o trabalho com tranquilidade”, enfatizou Dalila Saldanha, que também frisou: “Quero agradecer por esse momento e dizer que nós estamos aqui para colaborar e descobrir soluções, juntos”.
 
Durante a reunião, policiais e bombeiros também destacaram iniciativas de sucesso, entre profissionais de segurança e a comunidade escolar, como o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), da Polícia Militar; a realização de palestras semanais e mensais, ministradas por militares para a garotada sobre o combate à violência e ao uso de drogas; os projetos sociais desenvolvidos pelo Corpo de Bombeiros; e as ações da Divisão de Proteção ao Estudante (Dipre) da Polícia Civil. As autoridades também observaram assuntos que não possuem vínculo direto com a segurança ou educação, mas que refletem diretamente nas relações escolares, em áreas da saúde, juventude e lazer. Os próximos passos serão avaliar os diagnósticos levantados pelos educadores e, com base nisso, traçar novas estratégias para o enfrentamento à violência no ambiente estudantil. Para isso, outras reuniões deverão acontecer.
 
Com informações da SSPDS