Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

SME participa de encontro pela prevenção e erradicação do trabalho infantil

 

                   

A secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, participou, na manhã desta segunda-feira (04/09), da abertura do Encontro Nacional de Adolescentes pela Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Enapeti), iniciativa do Ministério Público do Trabalho no Ceará (MPT-CE). Como resultado, será apresentado na Assembleia Legislativa do estado um projeto de lei de iniciativa popular, para garantir a efetiva participação dos adolescentes em ações de combate ao trabalho precoce.

Estudantes de todo o Brasil se reunem nesta segunda-feira e terça-feira (05/09), para discutir medidas em defesa da infância. Estimular a participação dos adolescentes na formulação e monitoramento de políticas públicas é o principal objetivo do encontro.

Acreditando na atuação dos estudantes como influenciadores na mudança dessa realidade, Dalila citou os grêmios estudantis como agente importante nas escolas municipais e destacou o "Papo de Futuro", ação de incentivo e fortalecimento do protagonismo juvenil. "Uma das nossas ações mais importantes dessa gestão é dialogar e dar vez e voz aos jovens e crianças por meio dos grêmios. Neste mês iniciamos uma ação na perspectiva da participação dos alunos na gestão para que tenhamos uma escola mais a cara deles”, explicou.

Representando os estudantes de Minas Gerais, Diego Alves, de 17 anos, faz parte da Associação Profissionalizante do Menor (Assprom), composta por jovens multiplicadores de ações em prol de uma sociedade diferente e sem trabalho infantil. "Acreditamos no respeito à criança e sua formação lógica e até mesmo física, pois temos conhecimento de trabalhos degradantes a que são expostas, o que ocasionalmente descaracterizam a infância", ressaltou.

Participaram Oswaldo Severiano, representando a desembargadora Regina Gláucia TRT - 7ª Região; Marcelo Nascimento, da Associação Paulistana de Conselheiros Tutelares; Marcelha Pinheiro, da Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDMCE); Crisóstomo Bazílio Neto, auditor fiscal do trabalho e chefe de Fiscalização no Ceará, representando o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira; e Herman Normando, secretário em exercício da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) do Estado do Ceará.