Extranet

Para ter acesso a Intranet insira seu usuário e senha do e-mail institucional.

USUÁRIO:

Sair

 

Fortaleza tem escolas premiadas pela primeira vez no Spaece-alfa entre as melhores do Ceará

 

Festa do Prêmio Escola Nota Dez, realizado pelo Governo do Estado, reconheceu avanços na alfabetização no Ceará

Pela primeira vez, escolas municipais de Fortaleza foram reconhecidas e premiadas pelo desempenho na alfabetização entre as melhores do Ceará, de acordo com o Sistema de Avaliação Permanente da Educação Básica do Estado (Spaece-alfa). A festa do Prêmio Escola Nota Dez, promovida pelo Governo do Estado em sua 10ª edição, ocorreu na manhã desta quinta-feira (17/05) no Centro de Eventos do Ceará, com a participação do governador Camilo Santana, da vice-governadora Izolda Cela, do secretário estadual da Educação, Rogers Mendes, e da secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, ao lado de alunos, professores e diretoras das escolas, entre outros representantes da educação municipal.
 
Foram premiadas as escolas municipais Luis Costa e Bergson Gurjão Farias, dos bairros Luciano Cavalcante (Distrito da Educação 2) e Henrique Jorge (Distrito 3), respectivamente, pelos resultados dos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2017, Fortaleza havia recebido pela primeira vez o prêmio pelo desempenho dos estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental, com a Escola Municipal José Sobreira de Amorim.
 
Para a secretária Dalila Saldanha, a participação de Fortaleza na premiação é mais um reflexo da consolidação do trabalho desenvolvido em parceria com as escolas, Distritos, envolvendo também as famílias. "Pela complexidade da Rede Municipal de Fortaleza, a quarta maior do país entre as capitais em matrículas, nós termos escolas reconhecidas nesse prêmio mostra que os avanços estão acontecendo”, reforça.
 
A titular da Secretaria Municipal da Educação (SME) também destaca o forte compromisso com a aprendizagem das crianças entre professores, gestores, técnicos e especialistas que fazem a Educação de Fortaleza. "Fica a certeza de que a política educacional iniciada em 2013 e que vem sendo aprimorada a cada ano está no rumo certo. Nada disso seria possível sem a decisão política do nosso prefeito Roberto Cláudio, quando elegeu a educação como uma das prioridades da sua gestão. Parabéns a todos e sigamos sempre com altas expectativas e motivados para continuarmos avançando", fortaleceu a secretária. 
 
A parceria entre escola e família também foi valorizada pela diretora da EM Luis Costa, Carmênia de Paula. “É um resultado que ganha força a partir da confiança dos pais no nosso trabalho. Ficamos muito gratificados porque, mais do que o prêmio, vemos o aluno saindo da escola como um leitor fluente, conhecendo o gênero textual e reconhecendo os assuntos. A gente busca ser uma escola nota 10 em todas as áreas”, defende a gestora.
 
Para a diretora da EM Bergson Gurjão Farias, Adriana Paiva, a escola conquistou o prêmio graças ao empenho de todos os profissionais que compõem a unidade. “O trabalho está na ponta, no papel do professor, que se sente estimulado a trabalhar e saber que o resultado é uma criança aprender a ler no final do ano. E a escola mantém isso no corpo docente, aliado a uma equipe pedagógica muito boa e à parceria com mães e com pais”, fortalece.
 
Resultados do Spaece
 
Os dados preliminares do Spaece e Spaece-Alfa de 2017 mostram que o município de Fortaleza alfabetizou 91,9% dos alunos na idade certa e obteve a sua melhor proficiência da história, com 202 escolas no nível adequado.
 
A capital cearense saltou de apenas 20 escolas no nível adequado, em 2012, para 30, em 2013; de 74, em 2014, quase dobrou em 2015 com 146 escolas. Já em 2016, 196 escolas ficaram no nível adequado e, em 2017, esse número chegou a 202, atingindo um aumento de 910% no período de 2012 a 2017. Além disso, a Rede Municipal alcançou 57,7 pontos a mais na proficiência em relação aos resultados de 2012, passando de 131,4 para 189,1 em 2017.
 
Segundo o Spaece, 303.664 alunos do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental de 4.347 escolas públicas participaram da avaliação externa da Seduc, que identifica e analisa o nível de desempenho dos estudantes.
 
Para conquistar a premiação, todas as escolas devem atender os seguintes critérios: ter, no momento da prova, pelo menos 20 alunos matriculados na série e avaliados, além de ter, no mínimo, 90% de participação de alunos. No 2º ano, a pontuação deve ficar entre 8,5 e 10, enquanto as do 5º e 9º ano devem ter entre 7,5 e 10,0, em Português e Matemática.
 
Prêmio
 
Na 10ª edição do evento, o Governo do Ceará premiou as 332 escolas cearenses de 182 municípios com melhores desempenhos em alfabetização e no Ensino Fundamental ao longo do ano passado. A iniciativa faz parte do Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Mais Paic), responsável por reduzir de 32% para 0,7% o índice de crianças não alfabetizadas na idade certa no período de uma década.
 
O governador Camilo Santana destacou o compromisso dos profissionais e das escolas envolvidas.“Esse evento é um coroamento pelo trabalho e dedicação de cada um de vocês. "Há mais de dez anos o Ceará fez uma pactuação para construir novos indicadores de qualidade para a Educação. Hoje, cada um, professor, aluno, pai de aluno, servidores, deve ter orgulho de bater no peito e dizer ‘eu faço parte dessa história’. A melhor educação do País hoje é do Estado do Ceará, graças ao esforço de todos”, ressaltou.